Pós-doutorado em Evolução e Genômica com Bolsa da NSF | AGÊNCIA FAPESP

Pós-doutorado em Evolução e Genômica com Bolsa da NSF Bolsista integrará equipe de projeto Dimensions US-BIOTA São Paulo, cofinanciado pela FAPESP e National Science Foundation (foto: Gibbs Lab)

Pós-doutorado em Evolução e Genômica com Bolsa da NSF

04 de janeiro de 2017

Agência FAPESP – O Gibbs Lab, no Departamento de Evolução, Ecologia e Biologia de Organismos da Ohio State University, oferece uma oportunidade de Pós-Doutorado na área de evolução de veneno de serpentes, com bolsa da National Science Foundation (NSF). O prazo de inscrição encerra em 15 de janeiro.

O bolsista integrará a equipe de pesquisadores dos Estados Unidos e do Brasil no Projeto Temático "Dimensions US-BIOTA São Paulo: scales of biodiversity: integrated studies of snake venom evolution and function across multiple levels of diversity", financiado conjuntamente por FAPESP e NSF, que estuda a evolução do veneno em serpentes em escalas macro e micro evolutivas.

O grupo de pesquisadores inclui os D. Rokyta (Florida State University), C. Parkinson (University of Central Florida) e L. Gibbs (Ohio State University), I. Avezedo, A. Moura, E. Hingst-Zaher (Instituto Butantan) e H. Zaher (Universidade de São Paulo).

O foco da pesquisa será o uso de análises comparativas para explorar a relação entre a variação do veneno no nível molecular e as taxas de especiação em serpentes peçonhentas, havendo ainda a oportunidade de explorar a relação entre genômica, proteômica e a variação funcional do veneno entre diferentes espécies.

O projeto envolve a visita aos laboratórios que compõem o grupo de pesquisa nos Estados Unidos e no Brasil e expedições de campo para coleta de material.

O candidato deverá ter doutorado em biologia evolutiva, sistemática filogenética, bioinformática ou áreas correlatas; experiência com análises comparativas e/ou evolução molecular; fluência em linguagens de programação, como Perl ou Python; e publicações na área.

Além disso, é desejável que tenha experiência anterior em análise de dados de genômica, transcriptômica e proteômica e no uso de recursos de computação associados a este tipo de análise.

A vaga está aberta a partir de 15 de setembro de 2017 e a duração inicial é de um ano, com a possibilidade de renovação por até três anos adicionais, dependendo da avaliação do desempenho.

Os candidatos interessados devem enviar curriculum vitae, declaração de interesses de pesquisa e descrição das capacidades profissionais que atendem aos objetivos do projeto e nomes e contatos de três referências para H. Lisle Gibbs (gibbs.128@osu.edu). A seleção terá início em 15 de janeiro de 2017, com as entrevistas ocorrendo em fevereiro.

A oportunidade está publicada em www.fapesp.br/oportunidades/1353.

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados