Luiz Eugênio Mello assume a Diretoria Científica da FAPESP | AGÊNCIA FAPESP

Luiz Eugênio Mello assume a Diretoria Científica da FAPESP Novo diretor científico tem planos de otimizar processos, reduzir a burocracia e aumentar a capilaridade de atuação da Fundação (foto: Léo Ramos Chaves/Pesquisa FAPESP)

Luiz Eugênio Mello assume a Diretoria Científica da FAPESP

27 de abril de 2020

Agência FAPESP – Luiz Eugênio Araújo de Morais Mello assume hoje, 27 de abril, o cargo de diretor científico da FAPESP. Ele substitui Carlos Henrique de Brito Cruz, que ocupava o cargo desde 2005.

Empossado em meio à pandemia de COVID-19 e durante período de quarentena, Luiz Eugênio Mello afirma em vídeo que, em sua gestão, a FAPESP seguirá “trajetória de excelência” e de indutora de mudanças e que tem planos de otimizar processos, reduzir a burocracia e aumentar a capilaridade de atuação da instituição.

“O novo diretor científico assume com apoio unânime do Conselho Superior, em um momento extremamente delicado, em que a sociedade brasileira enfrenta uma crise sanitária, econômica e política sem precedentes. Nós temos certeza de que o professor Luiz Eugênio Mello será bem-sucedido nesse encargo, tendo em vista a sua liderança e sua experiência pregressa no mundo acadêmico, científico e tecnológico. Sabemos que os próximos meses exigirão cautela na execução das atividades-fim da FAPESP, para assegurar a viabilidade financeira da Fundação, ao mesmo tempo em que cumpre sua missão no panorama de ciência e desenvolvimento do Estado de São Paulo”, afirmou o presidente da Fundação, Marco Antonio Zago.

“Este é um momento muito importante para a FAPESP, pois pela primeira vez, em uma década e meia, passamos por uma transição na Diretoria Científica, e desejo tornar público, em nome do Conselho Superior, nosso reconhecimento à atuação do Prof. Carlos Henrique de Brito Cruz à frente da Diretoria Científica, marcada sempre pela seriedade, busca da qualidade e forte defesa da ciência para a solução dos problemas da sociedade”, completou o presidente da FAPESP.

Luiz Eugênio Mello é graduado em medicina pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) (1982), com mestrado (1985) e doutorado em biologia molecular (1988) pela mesma universidade e pós-doutorado em neurofisiologia na Universidade da Califórnia (UCLA) (1988-1991), nos Estados Unidos.

Livre-docente (1994) e professor titular de fisiologia (1998), Luiz Eugênio Mello foi membro do Comitê de Assessoramento de Biofísica, Bioquímica, Farmacologia, Fisiologia e Neurociências (CA-BF) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) (2000-2003), coordenador adjunto da Diretoria Científica da FAPESP (2003-2006).

É membro titular da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (Aciesp) desde 2007 e da Academia Brasileira de Ciências (ABC) desde de 2010, no mesmo ano em que foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico.

Integra o Conselho Deliberativo do CNPq, o Conselho Deliberativo do Sebrae-SP, o Conselho de Administração do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), o Conselho Superior do Instituto D´Or de Pesquisa e Ensino (IDOR), o Conselho Consultivo do Centro de Inovação da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGVIn), o Conselho da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale), o Conselho da Tibet House Brasil e é editor setorial do Brazilian Journal of Medical and Biological Research.

Foi pró-reitor de Graduação da Unifesp (2005-2008), presidente da Federação das Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE) (2007-2011), conselheiro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) (2014-2017) e vice-presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei) (2016-2018).

Luiz Eugênio Mello foi também diretor de Tecnologia e Inovação da Vale (Vale S.A.) e responsável pela implantação do Instituto Tecnológico Vale (2009-2018); diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do IDOR (2018-2020) e diretor da Agência de Inovação Tecnológica e Social (AGITS) da Unifesp (2019-2020). Atua nas áreas de plasticidade neuronal, epilepsia, degeneração neuronal, gestão de C&T.

Escolhido por unanimidade pelo Conselho Superior da FAPESP, Luiz Eugênio Mello foi nomeado pelo governador João Doria em decreto publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo em 06 dezembro de 2019.

Leia a entrevista de Luiz Eugênio Mello à revista Pesquisa FAPESP

 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados