Distinção acadêmica | AGÊNCIA FAPESP

Distinção acadêmica

21 de novembro de 2005

Agência FAPESP - Carlos Vogt, presidente da FAPESP, recebeu na sexta-feira (18/11) o título de doutor honoris causa da Escola Normal Superior de Letras e Ciências Humanas (ENS-LSH) da França.

A homenagem é um reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo lingüista e poeta Vogt, autor de O intervalo semântico (1977), Cantografia (1982), Paisagem doméstica (1984), Geração (1985), Linguagem, pragmática e ideologia (1989), Metalurgia (1991), Cafundó - A África no Brasil(1996) e Mascarada (1997), entre diversas outras obras.

Professor titular em semântica lingüística da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) desde 1969, Vogt foi reitor da instituição entre 1990 e 1994. É coordenador do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor), da Unicamp, e diretor de redação das revistas Ciência & Cultura, Inovação Uniemp e ComCiência.

"É uma honra receber um título acadêmico desse nível, outorgado por uma instituição de grande tradição e distinção no ensino francês", disse Vogt, em Lyon. "Considero a distinção também um prêmio às instituições às quais estive ligado, seja a Universidade de São Paulo, onde estudei, a Unicamp, onde lecionei e fui reitor, e as demais instituições de ensino superior do Estado de São Paulo com as quais tenho convivido por meio da FAPESP."

"Essa titulação vem ao encontro de uma atividade pessoal e institucional profundamente interessada no desenvolvimento de uma relação cultural, científica e tecnológica entre o Brasil e a França", acrescentou.

Junto com Vogt, também assinaram o Livro de Ouro da ENS-LSH o cineasta chileno Raoul Ruiz e o professor Tullio di Mauro, da Universidade de Roma.

As Escolas Normais Superiores, com raízes no final do século 18 e criadas originalmente para o treinamento de professores, ocupam uma posição de destaque na educação e pesquisa francesas. O grupo também trabalha em conjunto com as universidades e com as principais instituições de ciência e tecnologia do país, como o Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS) e o Instituto Nacional da Saúde e Pesquisa Médica (Inserm).

A Escola Normal Superior de Letras e Ciências Humanas é uma das mais tradicionais instituições francesas e está comemorando 125 anos. Em 2005, a ENS-LSH mudou-se de St. Cloud para Lyon, como parte do processo de reestruturação do grupo ENS, iniciado na década de 1980.


Assuntos mais procurados