Cemaden Educação lança a 3ª Campanha #AprenderParaPrevenir | AGÊNCIA FAPESP

Iniciativa abre inscrições para que escolas, Defesas Civis e universidades divulguem seus projetos educativos na área da prevenção de riscos de desastres socioambientais (ilustração: Cemaden)

Cemaden Educação lança a 3ª Campanha #AprenderParaPrevenir

09 de agosto de 2018

Agência FAPESP – Com o objetivo de incentivar as comunidades escolares a refletir sobre os desastres socioambientais, unindo esforços na construção e no fortalecimento da proteção de suas comunidades, o Cemaden Educação, do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, lançou a Campanha #AprenderParaPrevenir.

A iniciativa está na terceira edição e abre as inscrições para que escolas, Defesas Civis e universidades de todo o país divulguem projetos educativos na área da prevenção de riscos de desastres socioambientais. Neste ano, a campanha traz o tema “Água [D+ ou D-] = desastre?”.

A premiação ocorrerá por sorteio de pluviômetros semiautomáticos do Cemaden e kits educativos aos participantes que inscreveram seus projetos, conforme o Guia de Orientação da Campanha #AprenderParaPrevenir.

A responsável pelo Cemaden Educação, Rachel Trajber, explica sobre a campanha no vídeo disponibilizado no portal do Cemaden e também com acesso disponibilizado no YouTube.

As inscrições estão abertas até 1º de outubro de 2018 e podem ser feitas no site do Cemaden. O sorteio dos prêmios e a divulgação dos resultados acontecerão no dia 16 de outubro.

Mais informações: http://educacao.cemaden.gov.br/aprenderparaprevenir2018
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados