Começam obras de Parque Tecnológico do Jaguaré | AGÊNCIA FAPESP

Centro terá com foco nos setores de tecnologia da informação, fármacos, biotecnologia e nanotecnologia (imagem: GESP)

Começam obras de Parque Tecnológico do Jaguaré

23 de julho de 2010

Agência FAPESP – As obras de reforma e adaptação do prédio onde será implantado o núcleo do Parque Tecnológico de São Paulo – Jaguaré, na zona oeste da capital paulista, foram iniciadas na quarta-feira (21/7).

O Parque Tecnológico terá foco nos setores de tecnologia da informação, fármacos, biotecnologia e nanotecnologia. O complexo será instalado no entorno do maior polo de ciência e tecnologia da América Latina, que reúne a Universidade de São Paulo (USP), o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), o Instituto de Pesquisas Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) e o Instituto Butantan.

Para a adaptação do espaço, o centro, localizado em uma área de cerca de 46 mil m², receberá investimentos de cerca de R$ 10,6 milhões. O núcleo central será composto por três blocos. Os dois primeiros receberão uma incubadora de empresas de base tecnológica que terá capacidade para 52 empreendimentos. O terceiro bloco contará com um auditório com 158 lugares, além de sala para o departamento administrativo e local reservado para universidades e conveniências.

Todas as salas que abrigarão as empresas de base tecnológica contarão com ar-condicionado e os blocos serão interligados com passarelas e rampas de estrutura metálica. O conjunto terá ainda um saguão de 1.087 m². As áreas externas do núcleo do parque terão 900 m². O término das obras está previsto para o primeiro semestre de 2011.

O projeto do Parque Tecnológico do Jaguaré faz parte do Sistema Paulista de Parques Tecnológicos (SPTec), criado pelo governo estadual para dar apoio e suporte a essas iniciativas, com o objetivo de atrair investimentos e gerar novas empresas intensivas em conhecimento ou de base tecnológica.

Em todo o Estado, existem 32 iniciativas para implantação de parques tecnológicos. Desse total, 16 já estão com credenciamento provisório no SPTec: Barretos, Botucatu, Campinas (duas iniciativas: Polo de Pesquisa e Inovação da Unicamp e CPqD), Ilha Solteira, Mackenzie-Tamboré, Piracicaba, Santo André, Santos, São Carlos (duas iniciativas: ParqTec e EcoTecnológico), São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo (duas iniciativas: Jaguaré e Zona Leste) e Sorocaba.

Mais informações: www.desenvolvimento.sp.gov.br/cti/parques
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados