Unicamp divulga animação que explica como a vacina contra COVID-19 age no corpo humano | AGÊNCIA FAPESP

Unicamp divulga animação que explica como a vacina contra COVID-19 age no corpo humano Curta-metragem ilustra, de forma didática e artística, a ação do imunizante e a produção de anticorpos necessários para combater o vírus (imagem: Tempo PrA Ciência/Unicamp)

Unicamp divulga animação que explica como a vacina contra COVID-19 age no corpo humano

15 de março de 2021

Agência FAPESP* – Wilson Lazaretti, professor do Departamento de Artes Plásticas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), criou a animação “Tempo PrA Ciência” para explicar como a vacina contra a COVID-19 age no corpo humano.

O curta-metragem ilustra, de forma didática e artística, a ação da vacina no organismo humano e como são produzidos os anticorpos necessários para combater o vírus.

“Os desenhos do filme estão no imaginário da população, porque são temas sobre os quais se ouve falar todos os dias. Acho que dando uma forma a eles, pela animação, quem sabe contribuímos para aumentar o desejo pela vacina”, comenta Lazaretti em entrevista para o Portal da Unicamp. “Quis acrescentar também pequenas doses de humor e falar um pouco de amor, pois sentimos falta da sua prática na vida real neste momento de pandemia.”

O projeto é o segundo curta-metragem desenvolvido pelo professor para a iniciativa “Força-Tarefa Unicamp contra COVID-19”, que lançou em 2020 Quando tudo isso passou, filme realizado em conjunto com oito ex-alunos do animador, estudantes principalmente do curso de artes plásticas da Unicamp.

A “Força-Tarefa Unicamp contra a COVID-19” é uma iniciativa da Unicamp que coloca a serviço da sociedade sua infraestrutura e todo o recurso humano e financeiro na luta contra o novo coronavírus.

A animação está disponível no canal da TV Unicamp no Youtube.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Unicamp

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados