Empresa apoiada pelo PIPE é destaque no maior ranking corporativo da América Latina | AGÊNCIA FAPESP

Empresa apoiada pelo PIPE é destaque no maior ranking corporativo da América Latina A BIOinFOOD foi a quinta colocada na categoria “Biotecnologia” na edição de 2022 do 100 Open Startups. Lista reconhece e premia as corporações líderes em open innovation (foto: divulgação)

Empresa apoiada pelo PIPE é destaque no maior ranking corporativo da América Latina

25 de novembro de 2022

Agência FAPESP – A startup BIOinFOOD foi a quinta colocada na categoria “Biotecnologia” no ranking 100 Open Startups, principal plataforma internacional de conexão entre corporações e empresas nascentes de tecnologia. O ranking 100 Open Startups 2022 reconhece os empreendimentos mais atraentes para o mercado corporativo no país.

Fundada em setembro de 2018, a BIOinFOOD é uma startup de biotecnologia que tem o propósito de promover e potencializar a inovação com a indústria e gerar valor por meio do desenvolvimento personalizado de leveduras. A empresa recebe apoio financeiro do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP e possui infraestrutura de pesquisa e desenvolvimento no Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), em Campinas.

Em 2022, o ranking 100 Open Startups registrou mais de 25 mil startups cadastradas, sendo 3.821 com contratos validados. Para alcançar uma posição de Top 10 na plataforma, foram necessários 33 pontos. Das startups premiadas na categoria, três são novas em relação ao ranking 2021, uma delas é a BIOinFOOD.

Publicado desde 2016, o 100 Open Startups se consolidou como o maior ranking corporativo da América Latina e é considerado referência para o mercado. A lista reconhece e premia as corporações líderes em open innovation com startups, além das mais atraentes para o mercado corporativo.

A cerimônia de premiação ocorreu no dia 8 de novembro.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados