Agência FAPESP lança a série Diário de Campo no Vale do Juruá | AGÊNCIA FAPESP

Agência FAPESP lança a série Diário de Campo no Vale do Juruá Os pesquisadores Marcelo Urbano Ferreira e Marly Augusto Cardoso, da USP, descrevem em cinco episódios a viagem a Mâncio Lima, no Acre, onde recolheram amostras de pacientes para pesquisa sobre a disseminação da COVID-19 (imagem: Agência FAPESP/divulgação)

Agência FAPESP lança a série Diário de Campo no Vale do Juruá

16 de outubro de 2020

Agência FAPESP – A partir de segunda-feira (19/10) a Agência FAPESP publica a série Diário de Campo no Vale do Juruá, que descreve em cinco episódios a viagem de 10 dias feita no início de agosto pelos pesquisadores Marcelo Urbano Ferreira e Marly Augusto Cardoso – ambos da Universidade de São Paulo (USP) – à pequena cidade de Mâncio Lima, situada no Acre, perto da fronteira com o Peru.

Durante esse período, Ferreira e Cardoso trabalharam em parceria com a equipe de uma Unidade Básica de Saúde local para aplicar testes rápidos para diagnóstico da COVID-19. Coletaram amostras de pacientes para serem sequenciadas após o retorno a São Paulo e também registraram, em vídeo e texto, o dia a dia da pesquisa.

O trabalho de campo integra um projeto apoiado pela FAPESP, que tem como objetivos entender a dinâmica de transmissão do novo coronavírus na pequena cidade amazônica, avaliar a dimensão do surto e a duração da resposta de anticorpos nessa população. Uma das perguntas que os pesquisadores pretendem responder é a origem da linhagem viral que tem se disseminado na região.

Os vídeos e textos produzidos pelos pesquisadores foram editados pela equipe da Agência FAPESP.

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados