Unifesp oferece especialização em Saúde Mental, Imigração e Interculturalidade | AGÊNCIA FAPESP

Curso gratuito tem 30 vagas para profissionais que trabalham diretamente com imigrantes e refugiados (foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil)

Unifesp oferece especialização em Saúde Mental, Imigração e Interculturalidade

30 de janeiro de 2019

Agência FAPESP – O Curso de Especialização Saúde Mental, Imigração e Interculturalidade recebe inscrições até 15 de fevereiro de 2019. O curso é oferecido pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e tem apoio do Grupo de Pesquisa Diálogos Interculturais do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da Universidade de São Paulo (USP).

Segundo os organizadores, o objetivo do curso é formar profissionais na abordagem intercultural para um trabalho de prevenção e promoção de saúde mental junto à população migrante.

Os principais assuntos abordados serão: estresse de aculturação; modelo intercultural psicodinâmico; gênero e imigração; imigração e família; formas de mediação; plurilinguismo e educação bilíngue; relações inter-raciais; memória e tradição; comunicação intercultural; direito interno e internacional dos refugiados e imigrantes; história, memória, território e identidade; acolhimento na rede de saúde e assistência social; diferentes religiões e cosmologias; diferentes concepções de saúde e doença.

O curso é gratuito e conta com 30 vagas para profissionais que trabalham diretamente com imigrantes e refugiados. A carga horária é composta por 188 horas teóricas e 184 horas práticas, com aulas, palestras e exercícios realizados sempre aos sábados, no campus Vila Clementino da Unifesp. As atividades ocorrerão todos os sábados durante a manhã e à tarde, de março a maio. De julho a dezembro, os encontros serão quinzenais, também aos sábados, durante a manhã e à tarde.

Para concorrer a uma das 30 vagas disponíveis, os interessados devem enviar curriculum vitae e uma carta de intenções para o e-mail imigrasaude@unifesp.br. A taxa de inscrição é de R$ 80.

Mais informações: https://bit.ly/2sGkuCU.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados