UFSCar seleciona alunos para MBA em gestão e tecnologias da sustentabilidade | AGÊNCIA FAPESP

UFSCar seleciona alunos para MBA em gestão e tecnologias da sustentabilidade Pós-graduação é voltada a profissionais com curso superior em qualquer área e busca capacitar para o uso integrado de gestão e tecnologias ambientais para tomada de decisão (imagem: Pixabay)

UFSCar seleciona alunos para MBA em gestão e tecnologias da sustentabilidade

11 de fevereiro de 2021

Agência FAPESP – A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) oferece o MBA em Gestão e Tecnologias da Sustentabilidade entre 6 de março de 2021 e 16 de julho de 2022.

A pós-graduação é voltada a profissionais com curso superior em qualquer área e busca capacitar para o uso integrado de gestão e tecnologias ambientais para tomada de decisão, com foco no desenvolvimento sustentável.

A programação é estruturada em módulos, divididos em três disciplinas: “Gestão integrada de aspectos e impactos socioambientais”, “Planejamento e gestão de projetos com foco na sustentabilidade” e “Tecnologias para gestão integrada de recursos e resíduos ambientais”.

As aulas serão semipresenciais e acontecerão em sábados alternados, das 8h às 17h. As aulas presenciais serão divididas em duas turmas, sendo uma no Centro de Ciências e Tecnologia para a Sustentabilidade da UFSCar – rod. João Leme dos Santos (SP-264), km 110, Sorocaba, SP – e outra na cidade de São Paulo, em local a ser definido.

O público pode se inscrever enquanto houver vaga disponível, pelo site do MBA.

Mais informações em: www.mbagts.ufscar.br/.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados