Treinamento técnico em desenvolvimento de simuladores interativos para web | AGÊNCIA FAPESP

Treinamento técnico em desenvolvimento de simuladores interativos para web Startup apoiada pelo PIPE-FAPESP oferece vaga para desenvolvedor interessado em fazer games educativos para o ensino de ciências (imagem: Pixabay)

Treinamento técnico em desenvolvimento de simuladores interativos para web

01 de junho de 2021

Agência FAPESP – Uma vaga de treinamento técnico nível quatro (TT-4) com bolsa da FAPESP está disponível para o projeto “Astrobio no Lab: uma nova ferramenta experimental e interdisciplinar para o ensino de ciências”. Inscrições podem ser feitas até 30 de junho de 2021.

O projeto é conduzido na empresa Luca - Ciência para Educar, de São Paulo, que recebe apoio do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP.

A Luca precisa de um desenvolvedor familiarizado com as tecnologias da web e que tenha interesse em aprender e fazer games educativos para o ensino de ciências. A função se dedica à implementação, em uma plataforma virtual de aprendizagem, de ideias e conceitos desenvolvidos pelas equipes científica e educacional da empresa.

Os candidatos devem apresentar alguma proficiência em HTML 5, CSS3/SASS, JavaScript, Node.js e Git.

Os interessados devem enviar carta de interesse e currículo para o e-mail contato@lucaeducar.com.br.

Mais informações sobre a vaga em: www.fapesp.br/oportunidades/4236.

O bolsista selecionado de TT-4 receberá Bolsa FAPESP para treinamento técnico no valor de R$ 3.104,80 sem vínculo empregatício, por dois anos com dedicação de 40 horas semanais às atividades de apoio ao projeto de pesquisa. Aceita-se um período de dedicação semanal em home office.

Mais informações sobre as bolsas de Treinamento Técnico da FAPESP: www.fapesp.br/bolsas/tt.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados