Secretaria da Educação de São Carlos firma acordo para adoção da plataforma de ensino Ludo Educativo | AGÊNCIA FAPESP

Secretaria da Educação de São Carlos firma acordo para adoção da plataforma de ensino Ludo Educativo Sistema visa facilitar o aprendizado colaborativo a distância e foi desenvolvido por empresa ligada ao Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais – um CEPID da FAPESP (imagem: CDMF/divulgação)

Secretaria da Educação de São Carlos firma acordo para adoção da plataforma de ensino Ludo Educativo

07 de janeiro de 2021

Agência FAPESP* – A Secretaria Municipal de Educação de São Carlos firmou um convênio com o Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF) e a Aptor Software para a utilização da plataforma Ludo Educativo de aprendizado colaborativo na rede municipal de ensino.

A Aptor Software é uma spin-off do CDMF – um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP sediado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

A parceria tem como objetivo garantir o processo de desenvolvimento, ensino e aprendizagem dos alunos da rede municipal contribuindo para a manutenção de seus vínculos com as escolas, professores e educadores, especialmente diante do atual contexto de distanciamento social imposto pela pandemia de COVID-19.

A plataforma do Ludo Educativo conta com mais de 50 jogos que têm como objetivo divertir e fixar conteúdo de áreas variadas, entre elas história, matemática, química, nutrição, preservação ambiental, controle de doenças e vacinação.

Também estão disponíveis atividades para pintura e desenho e a plataforma do Ludo Escola de ensino a distância, onde professores podem criar avaliações que são aplicadas na forma de jogos (leia mais em agencia.fapesp.br/33492/).

Os conteúdos da plataforma podem ser acessados pelo site do Ludo Educativo.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do CDMF.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados