Projeto na Unifesp lança jogo de tabuleiro Guerra dos Patógenos | AGÊNCIA FAPESP

A partir de batalhas contra parasitas, jogo que será lançado no dia 28 ensina conceitos de saúde sobre doenças infecciosas para crianças e adolescentes

Projeto na Unifesp lança jogo de tabuleiro Guerra dos Patógenos

25 de junho de 2019

Agência FAPESP – O jogo de tabuleiro “Guerra dos Patógenos – Os parasitas atacam”, desenvolvido pelo projeto de extensão universitária “Patógenos em Jogo”, conduzido na Escola Paulista de Medicina (EPM) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), permite ao usuário aprender sobre diversas doenças causadas por parasitas, ao mesmo tempo em que se exercitam elementos de outras matérias como Geografia e Matemática .

Segundo os responsáveis pelo projeto, “Guerra dos Patógenos” mostra como prevenir e como são propagadas diversas doenças infecciosas por meio de uma guerra repleta de batalhas.

O jogo é constituído por uma plataforma física composta de um tabuleiro mapa-múndi dividido em sete regiões com seus respectivos marcadores. Também são utilizados pinos coloridos (representando os jogadores), cartas-patógenos e cartas de ação. O objetivo dos jogadores é dominar o maior número de territórios com as diversas cartas-patógenos.

Cada carta-patógeno tem características que interferem na distribuição geográfica, sintomatologia, mecanismos de transmissão e outras informações. Durante o processo de conquista de território, cartas de ação com medidas profiláticas e afiláticas podem ser utilizadas. Assim, é possível estabelecer a relação transmissão-profilaxia para os patógenos abordados no jogo.

O lançamento oficial do jogo ocorrerá no dia 28 de junho de 2019, às 14h30, no Anfiteatro Leitão da Cunha da EPM-Unifesp, cujo endereço é rua Botucatu, 720, Vila Clementino, São Paulo. Para participar do evento de lançamento é necessário preencher formulário on-line.

O projeto “Patógenos em Jogo” é composto por uma equipe de profissionais e alunos de graduação de diferentes áreas e universidades, coordenada pelas professoras da EPM Katia Cristina Pereira Oliveira Santos e Erika Suzuki de Toledo.

Mais informações: www.patogenosemjogo.com.br.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados