Pós-Doutorado em Bioquímica na USP com Bolsa da FAPESP | AGÊNCIA FAPESP

Pós-Doutorado em Bioquímica na USP com Bolsa da FAPESP Artrópode pode transmitir uma grande variedade de patógenos (foto: Léo Ramos/FAPESP)

Pós-Doutorado em Bioquímica na USP com Bolsa da FAPESP

27 de julho de 2015

Agência FAPESP – O Departamento de Parasitologia do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP) dispõe de uma Bolsa de Pós-Doutorado no âmbito do projeto temático Caracterização molecular das interações entre carrapatos, rickettsias e hospedeiros vertebrados. As inscrições encerram em 1 de agosto.

O projeto atual tem como objetivo elucidar os fatores moleculares envolvidos na interação entre carrapatos e rickettsias, contando com a participação de uma rede de pesquisadores com expertises complementares, segundo Sirlei Daffre, pesquisadora responsável pelo projeto temático.

Os carrapatos têm hábito de vida parasitário, alimentando-se obrigatoriamente de sangue e/ou linfa de vertebrados. Como resultado da hematofagia, esses artrópodes podem transmitir uma grande variedade de patógenos.

Entre as riquetsioses transmitidas por carrapatos, destaca-se a Anaplasmose Bovina (AB) e a Febre Maculosa Brasileira (FMB). AB é uma doença grave que afeta bovinos, sendo causada por Anaplasma marginale e transmitida por Rhipicephalus microplus no Brasil.

Apesar da grande importância veterinária e econômica, não existe uma vacina comercial para o controle de R. microplus ou AB. Do mesmo modo, não existe uma vacina para a prevenção da FMB, a riquetsiose mais grave que afeta os seres humanos.

Em nosso país, o agente etiológico da FMB, Rickettsia rickettsii, é transmitido por carrapatos do gênero Amblyomma. Os dados gerados podem revelar novos alvos para o desenvolvimento de vacinas para o controle das duas doenças.

Além disso, o projeto investigará a suscetibilidade de A. marginale para antibióticos, permitindo um controle mais eficaz da AB.

Os candidatos devem ter expertise em bioquímica e biologia molecular. É desejável que tenham conhecimento em técnica de cultura celular.

A oportunidade está publicada em www.fapesp.br/oportunidades/851.

Os candidatos devem apresentar curriculum vitae, carta de interesse e duas cartas de recomendação. Para mais informações sobre o projeto e envio de documentos, os interessados deverão entrar em contato com a pesquisadora Sirlei Daffre, pelo e-mail sidaffre@icb.usp.br.

Os selecionados receberão Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 6.143,40 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio-Instalação.

Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de Bolsas de Pós-Doutorado, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados