Instituto Vladimir Herzog e Unicamp vão premiar pesquisas com impacto em direitos humanos no Brasil | AGÊNCIA FAPESP

Instituto Vladimir Herzog e Unicamp vão premiar pesquisas com impacto em direitos humanos no Brasil Inscrições para a segunda edição do Prêmio de Reconhecimento Acadêmico em Direitos Humanos podem ser feitas até 31 de janeiro (imagem: divulgação)

Instituto Vladimir Herzog e Unicamp vão premiar pesquisas com impacto em direitos humanos no Brasil

11 de janeiro de 2022

Agência FAPESP – O Instituto Vladimir Herzog e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) recebem, até 31 de janeiro de 2022, inscrições para a segunda edição do Prêmio de Reconhecimento Acadêmico em Direitos Humanos (PRADH).

A premiação foi criada em 2020 para reforçar o compromisso da universidade com a defesa dos direitos humanos no Brasil, incentivando a criação e a difusão de conhecimentos que contribuam para a proteção e a promoção da dignidade da vida e de todas as formas de existência.

Podem concorrer trabalhos de graduação (iniciação científica ou monografia de conclusão de curso), mestrado e doutorado stricto sensu, encerrados e aprovados entre 01/01/2021 e 31/12/2021. Estão alinhadas com o PRADH pesquisas que sejam compatíveis com: o respeito à dignidade da vida em todas as suas manifestações, ampliando os direitos da comunidade do planeta de ser, existir e cumprir sua função nos processos em constante renovação da vida; o combate à desigualdade, à pobreza e à fome, em todas as suas formas e dimensões, para garantir a todos os seres humanos a realização de seu potencial em dignidade e igualdade, em um ambiente saudável; a promoção de meios renovados de desenvolvimento tecnológico, econômico e produtivo que eliminem a exploração humana e priorizem a possibilidade de uma vida de plena realização pessoal e coletiva, em harmonia entre todos os entes vivos; a proteção ao planeta diante do risco de degradação, sobretudo por meio do consumo e da produção necessária sustentáveis, uso racional e partilhado por todos que precisam dos seus recursos naturais e do comprometimento com a vida plena das gerações presentes e futuras; o estímulo ao espírito e às práticas de solidariedade local e global, concentrada nas necessidades dos mais vulneráveis e pautada pela responsabilidade compartilhada; o fortalecimento da cultura do respeito, do diálogo e da paz, estimulando sociedades justas e inclusivas, livres da intolerância e da violência.

A primeira edição do prêmio recebeu inscrições de pesquisadores das universidades públicas do Estado de São Paulo. Esta segunda edição vai acolher candidaturas de todas as instituições públicas de ensino e pesquisa sediadas no Estado de São Paulo (municipais, estaduais e federais).

Mais informações sobre o edital estão disponíveis no site da Diretoria Executiva de Direitos Humanos da Unicamp.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados