Governo da Tailândia propõe cooperação à FAPESP | AGÊNCIA FAPESP

Tailandeses destacam interesse em apoiar pesquisas colaborativas com o Estado de São Paulo em temas como etanol(Lafer, Saicheua e Barreto, na reunião na FAPESP / foto: Leandro Negro)

Governo da Tailândia propõe cooperação à FAPESP

30 de setembro de 2014

Agência FAPESP – Representantes do governo e de agências para o desenvolvimento e cooperação da Tailândia propuseram à FAPESP o início de entendimentos para a criação de mecanismos de colaboração em ciência, tecnologia e inovação em áreas de interesse comum, especialmente na pesquisa sobre o etanol.

A delegação tailandesa, que visitou a FAPESP nesta segunda-feira (29/09), contou com Songsak Saicheua, diretor-geral de Assuntos Americanos e do Pacífico-Sul do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Tailândia; Sathana Kashemsanta Na Ayudhya e Vachiraporn Kiravanish, membros da Divisão para a América Latina do Ministério; Phairush Burapachaisri, vice-presidente da Câmara de Comércio; Thawee Piyapatana, vice-presidente da Federação das Indústrias; Attaya Memanvit, diretor da Agência para Desenvolvimento da Cooperação Internacional; Pitchayaphant Charnbhumidol, embaixador no Brasil; e Ploy Khumthukthit, primeiro secretário da Embaixada da Tailândia no Brasil.

A delegação foi recebida por Celso Lafer, presidente da FAPESP; Hernan Chaimovich, assessor especial da Diretoria Científica; Fernando Dias Menezes de Almeida, assessor especial da Presidência; Carlos Eduardo Lins da Silva, consultor em Comunicação; e o embaixador Fernando Mello Barreto, chefe do Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores em São Paulo.

Lafer destacou os esforços da FAPESP para estimular a cooperação internacional em todas as áreas do conhecimento e o desempenho da Fundação no fomento à ciência e tecnologia em São Paulo.

“Áreas de pesquisa estratégicas no Brasil e mundo estão entre as possibilidades de colaboração internacional com apoio da FAPESP, em programas como o BIOEN, de pesquisa em bioenergia, BIOTA, em biodiversidade, e sobre Mudanças Climáticas Globais”, disse. “Estamos alinhados com instituições brasileiras e internacionais para apoio a projetos conjuntos, também com a participação do setor produtivo.”

“Percebemos no Estado de São Paulo um enorme potencial de cooperação em pesquisa sobre o etanol e em outras áreas, com envolvimento do Conselho Nacional de Pesquisa da Tailândia”, disse Saicheua, chefe da delegação visitante. “Vamos trabalhar numa proposta formal para a discussão de atividades de intercâmbio de pesquisadores e a cooperação em iniciativas de interesse mútuo.”

Ao final do encontro, Chaimovich sugeriu a participação de um observador tailandês na segunda edição da Brazilian BioEnergy Science and Technology Conference (BBEST), organizada pelo Programa BIOEN-FAPESP, em Campos do Jordão, São Paulo, de 20 a 24 de outubro, com apoio da FAPESP.

“A conferência vai mostrar uma visão completa dos avanços mais recentes em pesquisa sobre bioenergia feita no Brasil e no mundo, com a presença de cientistas, representantes da indústria, de governos e de outras organizações”, disse Chaimovich.
 

 

 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados