FAPESP e National Research Council do Canadá assinam termo de cooperação | AGÊNCIA FAPESP

FAPESP e National Research Council do Canadá assinam termo de cooperação Eduardo Moacyr Krieger, vice-presidente da FAPESP, Stéphane Larue, cônsul-geral do Canadá, José Goldemberg, presidente da Fundação, Maria Aubrey, presidente interina da NRC-Canadá, durante assinatura de documento estende o apoio à colaboração entre pesquisadores no Brasil e no Canadá a atividades de pesquisa científica e tecnológica entre pequenas empresas

FAPESP e National Research Council do Canadá assinam termo de cooperação

12 de abril de 2016

Agência FAPESP – Pesquisadores no Estado de São Paulo e no Canadá poderão contar com um mecanismo adicional de financiamento para desenvolvimento conjunto de atividades de pesquisa científica e tecnológica entre pequenas empresas que atuam em diferentes setores da indústria.

Em 7 de abril, a FAPESP e o National Research Council-Canada (NRC-Canada), agência de apoio à inovação, pesquisa estratégica, serviços científicos e técnicos, assinaram um Memorando de Entendimento para apoio a projetos colaborativos visando tecnologias inovadoras. A meta é atender necessidades de setores-chave ou emergentes da indústria brasileira e canadense.

"O acordo entre a FAPESP e o NRC-Canadá é singular na carteira da Fundação na medida em que apoia pesquisa conjunta entre as pequenas empresas no Canadá e em São Paulo. Estamos satisfeitos em oferecer esta oportunidade para pequenas empresas no Estado de São Paulo, pois a colaboração internacional pode ser tão importante para pequenas empresas como é para a pesquisa acadêmica", disse Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP.

O documento oferece a base para a colaboração, pois facilita acordos bilaterais para cooperação em projetos selecionados pelas duas instituições. Um Comitê Gestor paritário com até oito representantes será responsável por decisões sobre o plano de ação conjunto proposto pelo acordo.

“Para o Canadá, ciência, tecnologia e inovação tornaram-se muito importantes em nossos relacionamentos com parceiros comerciais crescentes com foco em reforço da capacidade de comercializar as tecnologias desenvolvidas”, disse Stéphane Larue, cônsul-geral do Canadá. “O Brasil é um mercado-chave para o Canadá, nas Américas. O país é um dos cinco países parceiros da Canadá – os outros são Índia, China, Israel e Coreia do Sul – no âmbito do Canadian International Innovation Program (CIIP)/Programme Canadien de l'innovation à l'international (PCII) –, fundo de capital semente que promove e apoia projetos de pesquisa e de desenvolvimento industrial em colaboração com alto potencial de comercialização.”

Algumas das áreas de interesse a serem incluídas em Chamadas de Propostas periódicas no âmbito da cooperação FAPESP-NRC-Canada são as Engenharias Aeroespacial, de Transportes e Civil; Mineração; Tecnologias Limpas; Ambiente, e temas ligados à saúde humana (produtos terapêuticos voltados para a prevenção de doenças, diagnóstico e tratamento), além de equipamentos médicos.

Pela FAPESP, participaram da cerimônia de assinatura o presidente José Goldemberg e o vice-presidente Eduardo Moacyr Krieger, Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico, Marilda Bottesi, assessora especial da Diretoria Científica, Douglas Zampieri, membro da Coordenação de Pesquisa para Inovação, Alexandre Roccatto, gerente de área científica Ciências Exatas e Engenharias, e Carlos Eduardo Lins da Silva, consultor em Comunicação.

Entre os representantes do NRC-Canada, estiveram no encontro Maria Aubrey, presidente interina, e Melanie Cullins, diretora de Relações Internacionais. Stéphane Larue, cônsul-geral do Canadá, Andrew Bauder, assessor em Tecnologia Industrial e responsável pela cooperação Brasil-Canadá, e Keith Banerjee, segundo secretário da Embaixada do Canadá, também participaram da cerimônia.

Cooperação científica com o Canadá

Além da colaboração espontânea em pesquisa entre cientistas no Estado de São Paulo e no Canadá, a FAPESP apoia, desde 2009, 31 projetos de pesquisa científica e tecnológica selecionadoes no âmbito de 13 termos de cooperação firmados com instituições canadenses, com a participação de pesquisadores das universidades de São Paulo (USP), Federal de São Paulo (Unifesp), Estadual de Campinas (Unicamp), Federal de São Carlos (UFSCar), além de duas empresas.

Esses acordos oferecem recursos compartilhados entre a FAPESP e três agências de financiamento à pesquisa – Agence Universitaire de la Francophonie (AUF), International Science and Technology Partnerships Canada Inc. (ISTPCanada) e Natural Sciences and Engineering Research Council of Canada (NSERC)  – e 15 universidades – Alberta, Laval, Dalhousie, Ottawa (associadas no consórcio CALDO), McGill, McMaster, Queen's (em Kingston), Toronto e Western Ontario (associadas), Simon Fraser, Concordia, York e Ryerson (associadas), Victoria, Waterloo; e o Instituto de Tecnologia da Universidade de Ontário.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados