Especialização em computação aplicada à educação na USP de São Carlos | AGÊNCIA FAPESP

Especialização em computação aplicada à educação na USP de São Carlos Curso a distância do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação terá duração de 21 meses. Serão selecionados 300 candidatos de todo o Brasil (imagem: divulgação)

Especialização em computação aplicada à educação na USP de São Carlos

04 de agosto de 2020

Agência FAPESP – O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo (ICMC-USP), em São Carlos, está com inscrições abertas até 24 de agosto de 2020 para a Pós-Graduação a Distância em Computação Aplicada à Educação.

A especialização tem duração de 21 meses, composta de 480 horas de aprendizagem divididas em 11 disciplinas e quatro módulos, tudo oferecido a distância. As aulas apresentam conceitos, práticas e ferramentas avançadas na área de computação que dão apoio aos processos de ensino e aprendizagem.

Entre os assuntos que serão abordados estão, por exemplo, inteligência artificial na educação, realidade virtual e aumentada aplicadas a situações de ensino, personalização da aprendizagem em ambientes virtuais, gamificação, computação afetiva, criatividade e metacognição.

Para se inscrever, não é necessário possuir formação prévia em computação e programação, basta ter concluído uma graduação em qualquer área. As inscrições devem ser feitas preenchendo formulário no site do curso. A taxa de inscrição é de R$ 180. Serão selecionados 300 candidatos de todo o Brasil.

O processo seletivo consistirá na análise dos documentos enviados durante a inscrição e o resultado final será informado por e-mail. Após a divulgação do resultado, o candidato aprovado deverá manifestar interesse na vaga, também por e-mail, e efetuar o pagamento da taxa de matrícula em até sete dias. O valor da taxa é idêntico ao da mensalidade do curso, de R$ 465.

Mais informações em: http://especializacao.icmc.usp.br/.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados