Empresa apoiada pelo PIPE oferece vaga de treinamento técnico em engenharia eletrônica | AGÊNCIA FAPESP

Empresa apoiada pelo PIPE oferece vaga de treinamento técnico em engenharia eletrônica Candidato deve ter conhecimentos gerais em eletrônica analógica e digital para uso em sistemas embarcados com microcontroladores (foto: Pixabay)

Empresa apoiada pelo PIPE oferece vaga de treinamento técnico em engenharia eletrônica

06 de agosto de 2021

Agência FAPESP – Uma vaga de treinamento técnico nível um (TT-1) com bolsa da FAPESP está disponível pelo projeto “Estudo da viabilidade de fabricação de medidor de impedância para biossensores”. O prazo de inscrição se encerra em 21 de agosto de 2021.

O projeto é conduzido na startup Sensetech Instrumentação e Sistemas, de São Carlos, que recebe apoio financeiro do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP.

O objetivo do projeto é estudar a viabilidade de construção de um medidor de impedância portátil e de baixo custo para tornar prático o uso de biossensores no diagnóstico de doenças humanas.

A vaga exige conhecimentos gerais em eletrônica analógica e/ou digital para uso em sistemas embarcados com microcontroladores.

Os interessados devem enviar currículo e histórico escolar para o e-mail sensetechinst@gmail.com.

Mais informações sobre a vaga em: www.fapesp.br/oportunidades/4416.

A Bolsa TT-1 tem valor de R$ 439,60 mensais e é direcionada a alunos de graduação, sem reprovações em seu histórico escolar e sem vínculo empregatício, com dedicação de 15 horas semanais às atividades de apoio ao projeto de pesquisa, sem que haja prejuízo em seu desempenho acadêmico.

Mais informações sobre as bolsas de treinamento técnico em www.fapesp.br/bolsas/tt.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em fapesp.br/oportunidades.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados