EMBO abre oportunidades de financiamento a brasileiros | AGÊNCIA FAPESP

Organização europeia financiará cursos e workshops no Brasil, vinda de pesquisadores europeus e auxílios de curto prazo

EMBO abre oportunidades de financiamento a brasileiros

09 de maio de 2016

Agência FAPESP – Novas oportunidades para pesquisadores brasileiros estão sendo oferecidas pela EMBO (originalmente European Molecular Biology Organization mas atualmente mais conhecida pela sigla).

A organização, com sede em Heidelberg, Alemanha, promove o desenvolvimento de pesquisas em ciências da vida e reúne mais de 1,7 mil pesquisadores em 27 países membros, a maioria na Europa.

O Brasil ainda não é membro, mas a EMBO, segundo sua diretora Maria Leptin, está se empenhando para que o país se associe à entidade. Enquanto isso não ocorre, a EMBO abre oportunidades a pesquisadores brasileiros que normalmente valem apenas para cientistas de seus países membros.

A EMBO financiará cursos e workshops a serem realizados no Brasil em 2017. Propostas poderão ser enviadas até 1º de agosto de 2016. Interessados podem obter mais informações em www.embo.org/funding-awards/courses-workshops.

Também serão concedidos auxílios à vinda de pesquisadores membros da EMBO ao Brasil como palestrantes em eventos internacionais. As datas-limite em 2016 para submeter propostas do tipo são 1º de junho e 1º de outubro. Saiba mais em: www.embo.org/funding-awards/courses-workshops/global-exchange-lecture-courses.

Pesquisadores brasileiros também podem submeter propostas de auxílios de curto prazo (até três meses), em qualquer momento do ano. A modalidade tem como objetivo fazer com que os pesquisadores possam ter acesso a técnicas e tecnologias não disponíveis em seus laboratórios.

Mais informações: www.embo.org/funding-awards/fellowships/short-term-fellowships.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados