Centro de Pesquisa para Inovação em Gases de Efeito Estufa oferece vaga de pós-doutorado | AGÊNCIA FAPESP

Centro de Pesquisa para Inovação em Gases de Efeito Estufa oferece vaga de pós-doutorado Selecionado receberá bolsa da Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo no valor de R$ 7.373,10 mensais (imagem: Wikimedia Commons)

Centro de Pesquisa para Inovação em Gases de Efeito Estufa oferece vaga de pós-doutorado

24 de fevereiro de 2022

Agência FAPESP – O Centro de Pesquisa para Inovação em Gases de Efeito Estufa (RCGI) dispõe de uma vaga de pós-doutorado com bolsa da Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (Fusp). As inscrições estão abertas até 1º de março.

O RCGI é um Centro de Pesquisa em Engenharia (CPE) constituído por FAPESP e Shell na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP).

O bolsista participará do subprojeto “Biodiversidade de microalgas associadas a manguezais da Baixada Santista-SP”, com atividades no Centro de Capacitação e Pesquisa em Meio Ambiente (Cepema-Poli-USP), em Cubatão. Ele contribuirá nos seguintes objetivos do projeto: cultivo e manutenção das linhagens de microalgas; isolamento; identificação morfológica e molecular; avaliação do potencial biotecnológico; e orientação de alunos envolvidos na pesquisa.

A bolsa de pós-doutorado é destinada a candidatos com experiência em bioprospecção de microalgas, filogenética evolutiva, clonagem e manipulação de DNA e bioinformática.

O grau de doutor deve ter sido obtido há menos de cinco anos. Terão prioridade aqueles que tenham recém-concluído o doutorado, dentro do prazo normal de sua duração, com excelente histórico escolar na pós-graduação.

O valor da bolsa da FUSP é de R$ 7.373,10 mensais. Para mais informações e inscrições acesse o site www.rcgi.poli.usp.br/opportunities/ e o código REF 21PDR157.

Mais informações sobre a vaga em: www.fapesp.br/oportunidades/4813.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados