Centro de Pesquisa em Primeira Infância lança novo site e newsletter | AGÊNCIA FAPESP

Centro de Pesquisa em Primeira Infância lança novo site e newsletter Objetivo é disseminar as últimas evidências científicas produzidas sobre a primeira infância e as atividades desenvolvidas no CPAPI, que tem apoio da FAPESP e da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal (imagem: reprodução)

Centro de Pesquisa em Primeira Infância lança novo site e newsletter

08 de julho de 2021

Agência FAPESP – O Centro Brasileiro de Pesquisa Aplicada à Primeira Infância (CPAPI) lançou um novo site institucional, no qual é possível encontrar informações sobre os projetos de pesquisa do centro, os pesquisadores envolvidos, as frentes de atuação e as citações na mídia.

Inaugurado em fevereiro de 2021, o CPAPI é fruto de parceria da FAPESP com a Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal e está sediado no Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), em São Paulo. O centro tem como missão a promoção do desenvolvimento sadio e pleno das crianças de zero a seis anos de idade, por meio da pesquisa científica na fronteira do conhecimento para auxiliar na formulação de políticas públicas baseadas em evidências.

As últimas atividades e novidades do CPAPI também podem ser conferidas por meio das redes sociais, como LinkedIn e Twitter. Além disso, é possível entrar em contato com os pesquisadores pelo e-mail contato@cpapi.org.br.

Newsletter

Com o objetivo de disseminar as últimas evidências científicas produzidas sobre a primeira infância, no Brasil e no exterior, o CPAPI lançou recentemente um informe quinzenal, produzido a partir de uma curadoria de notícias, artigos científicos e outros materiais, como podcasts e workshops.

O material busca traduzir os conhecimentos gerados pelo centro a vários públicos, incluindo pesquisadores, profissionais atuantes na área, professores, responsáveis legais e demais interessados.

Para receber os informes, basta acessar o site do CPAPI e preencher formulário.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados