Centrinho oferece residência médica em cirurgia crânio-maxilo-facial | AGÊNCIA FAPESP

Hospital da USP em Bauru também seleciona candidatos a cursos de pós-graduação stricto sensu, lato sensu e de extensão na área da saúde (foto: Marcos Santos / USP Imagens)

Centrinho oferece residência médica em cirurgia crânio-maxilo-facial

10 de janeiro de 2019

Agência FAPESP – O Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da Universidade de São Paulo (USP), em Bauru, abriu processo de seleção para uma vaga no Programa de Residência Médica em Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial. As inscrições se encerram em 25 de janeiro.

Credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) do Ministério da Educação (MEC), o programa tem duração de um ano.

Os candidatos devem ser graduados em Medicina com Residência concluída em Cirurgia Plástica, Otorrinolaringologia e/ou Cirurgia de Cabeça e Pescoço, em serviço credenciado pela CNRM/MEC.

A Residência Médica em Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial é coordenada pelo professor Nivaldo Alonso, docente da Disciplina de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e coordenador da equipe de Cirurgia Craniofacial do HRAC-USP.

As inscrições serão recebidas pelo site https://uspdigital.usp.br/apolo/ e com entrega de currículo documentado. As provas objetiva e prática, a análise e a discussão curricular serão realizadas no dia 1º de fevereiro de 2019.

Edital completo no site www.hrac.usp.br/extensao/processos-seletivos.

O Centrinho tem outras oportunidades de cursos, em pós-graduação stricto sensu, lato sensu e de extensão na área da saúde (leia mais em http://agencia.fapesp.br/29408/).

Mais informações: www.hrac.usp.br/pos-graduacao/processos-seletivos.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados