Aplicativo reúne dados atualizados sobre a pandemia de COVID-19 | AGÊNCIA FAPESP

Aplicativo reúne dados atualizados sobre a pandemia de COVID-19 Programa criado por pesquisadores belgas e brasileiros se baseia em sistema desenvolvido na Unesp e retrata o status da doença na Bélgica. Atualmente, está sendo testada uma versão com dados de São Paulo (imagem: divulgação)

Aplicativo reúne dados atualizados sobre a pandemia de COVID-19

05 de agosto de 2021

Agência FAPESP* – A parceria entre pesquisadores brasileiros e belgas resultou no desenvolvimento do aplicativo Pandemic Stats BE, que busca e atualiza automaticamente dados sobre a pandemia de COVID-19 na Bélgica. A iniciativa surgiu quando o pesquisador Cassio Oishi, integrante do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) e professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp), orientou os alunos Thibault Magnini e Jonas De Boeck, da UC Leuven-Limburg (Bélgica).

O CeMEAI é um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP sediado no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo (ICMC-USP), campus de São Carlos.

Em entrevista à Assessoria de Comunicação do CeMEAI, Oishi explicou que a orientação do estágio focou no estudo de tópicos em matemática computacional e, na sequência, os alunos iniciaram trabalhos sobre dados e projeções da COVID-19 nas diferentes províncias da Bélgica.

“Os dados são obtidos utilizando as atualizações diárias dos institutos de saúde. Também é possível encontrar resultados do processamento desses dados usando modelos matemáticos e algoritmos de inteligência artificial para compreender a gravidade da pandemia em diferentes províncias da Bélgica. Como resultado final da orientação, os alunos criaram um website e, depois, avançaram no desenvolvimento do aplicativo”, relatou o professor.

A ideia era facilitar o acompanhamento da pandemia no país dos estudantes. Para isso, a metodologia matemática e as técnicas de inteligência artificial adotadas no aplicativo foram adaptadas da plataforma Info Tracker, que computa dados do Estado de São Paulo e foi desenvolvida pelo professor Wallace Casaca, da Unesp, em colaboração com o mestrando Fabio Amaral, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp.

“Atualmente, estamos adaptando os dados da plataforma Info Tracker, em parceria com os alunos belgas, para adaptar o Pandemic Stats BE em um aplicativo para os dados do Brasil”, disse Oishi. Segundo ele, a versão do programa com os dados do Estado de São Paulo está sendo testada.

O Pandemic Stats BE está disponível no Google Play.

* Com informações da Assessoria de Comunicação do CeMEAI .
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados