Treinamento técnico em processamento de linguagem natural | AGÊNCIA FAPESP

Treinamento técnico em processamento de linguagem natural Vaga é para a empresa DRSC Soluções Tecnológicas Inteligentes, que tem apoio do PIPE-FAPESP. Bolsista participará do desenvolvimento de plataformas computacionais baseadas em inteligência artificial (imagem: Gerd Altmann/Pixabay)

Treinamento técnico em processamento de linguagem natural

02 de março de 2021

Agência FAPESP – Uma vaga de treinamento técnico nível cinco (TT-5) com bolsa da FAPESP está disponível pelo projeto “Daoura - Plataforma de Insights Urbanos para Cidades Inteligentes”. O bolsista vai atuar na empresa paulistana DRSC Soluções Tecnológicas Inteligentes, que recebe apoio do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP. O prazo de inscrição termina nesta sexta-feira (05/03).

O bolsista desenvolverá plataformas computacionais baseadas em inteligência artificial e processamento de linguagem natural aplicadas ao entendimento da experiência das pessoas nas cidades.

O candidato selecionado deverá, entre outras atividades, desenvolver e manter modelos computacionais, módulos de coleta de dados públicos da internet, de interpretação de textos e geração de informação contextual e de análise e geração de dados. Além disso, o bolsista será responsável por administrar a infraestrutura de servidores e serviços da empresa.

Os interessados devem enviar currículo e carta de apresentação para o e-mail queroser@daoura.ai.

Mais informações sobre a vaga em: www.fapesp.br/oportunidades/4123.

Na categoria de Bolsa TT-5, a vaga é voltada a profissional graduado, especialista em TI com pelo menos cinco anos de experiência após a graduação ou título de doutorado (preferível doutor em computação), sem vínculo empregatício, com dedicação de 40 horas semanais às atividades de apoio ao projeto de pesquisa. O valor da bolsa é de R$ 7.372,40 mensais.

Mais informações sobre as bolsas de treinamento técnico em www.fapesp.br/bolsas/tt.>.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados