Pós-doutorado em sociologia e engenharia mineral com bolsa da FAPESP | AGÊNCIA FAPESP

Pós-doutorado em sociologia e engenharia mineral com bolsa da FAPESP São duas vagas em projeto de pesquisa internacional selecionado em chamada da FAPESP com o Belmont Forum (foto: IFSRA)

Pós-doutorado em sociologia e engenharia mineral com bolsa da FAPESP

12 de março de 2019

Agência FAPESP – Duas Bolsas de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis para o projeto "Sustainability transformations in artisanal and small-scale gold mining: a multi-actor and trans-regional perspective", aprovado em uma chamada de propostas lançada no âmbito do acordo da FAPESP com o Belmont Forum. As inscrições podem ser feitas até 15 de março de 2019.

O Belmont Forum é um consórcio internacional que reúne as principais agências de fomento à pesquisa do mundo, entre elas a FAPESP, e abrange mais de 50 países distribuídos entre os seis continentes.

O candidato selecionado para a área de sociologia trabalhará no Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (Nepam) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Já o escolhido para a área de engenharia mineral ou geológica atuará no Núcleo de Pesquisa para a Pequena Mineração Responsável da Universidade de São Paulo (NAP.Mineração/USP).

Na Unicamp, a supervisão é da professora Lúcia da Costa Ferreira e, na USP, do professor Giorgio Francesco Cesare de Tomi.

Os candidatos selecionados participarão de estudos interdisciplinares de cooperação transacional e transcontinental com o objetivo principal de buscar uma abordagem sustentável para a mineração de ouro artesanal e em pequena escala, que é o foco das pesquisas.

Para uma das vagas, o pesquisador deverá ser doutor em ciências humanas ou correlatas e apresentar experiência de pesquisa em equipes interdisciplinares e transnacionais, além de experiência de campo na Amazônia. Os interessados pela vaga devem enviar curriculum vitae resumido e carta de apresentação em inglês e em português para luciacf@unicamp.br, com cópia para neusatre@gmail.com.

Para a segunda vaga, o candidato deverá ser doutor em engenharia mineral ou geológica e apresentar experiência comprovada na gestão de equipes interdisciplinares e transnacionais. É necessário possuir experiência prática de longo prazo na Amazônia, além de possuir conhecimentos de gestão de mina, e experiência na coexistência da mineração de grande porte com a mineração artesanal e em pequena escala por meio de diálogos em ambiente com participantes de várias áreas.

Os interessados devem enviar curriculum vitae resumido e carta de apresentação em inglês e português para gdetomi@usp.br com cópia para luciacf@unicamp.br, neusatre@gmail.com e m.de.theije@vu.nl.

Mais informações sobre as vagas: www.fapesp.br/oportunidades/2684.

As oportunidades de pós-doutorado estão abertas a brasileiros e estrangeiros. Os selecionados receberão Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.373,10 mensais e Reserva Técnica equivalente a 15% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso os bolsistas de PD residam em domicílio fora da cidade na qual se localiza a instituição-sede da pesquisa e precisem se mudar, poderão ter direito a um auxílio-instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados