Podcast tira dúvidas sobre epidemiologia e outros aspectos da COVID-19 | AGÊNCIA FAPESP

Podcast tira dúvidas sobre epidemiologia e outros aspectos da COVID-19 Transmitida pelo Facebook e pelo YouTube, nova edição do projeto “Quarentena ao Vivo” tem a participação do presidente do Comitê de Controle e Cuidados em relação ao novo coronavírus da UFSCar (imagem: LAbI-UFSCar/divulgação)

Podcast tira dúvidas sobre epidemiologia e outros aspectos da COVID-19

20 de agosto de 2020

Agência FAPESP – O projeto “Quarentena ao Vivo” teve nova edição no dia 17 de agosto de 2020 com o debate intitulado “Que pandemia é esta? – Como conhecer, acompanhar, controlar e enfrentar a COVID-19 nos níveis global, nacional, regional e local”.

A conversa contou com a participação de Bernardino Geraldo Alves Souto, docente do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e presidente do Comitê de Controle e Cuidados em relação ao novo coronavírus da instituição.

Souto é parceiro do podcast desde o seu início, com um quadro diário de perguntas e respostas sobre a COVID-19 e, mais recentemente, com entrevista semanal em que aborda algum tema em evidência na mídia.

O último debate tratou de conceitos fundamentais de epidemiologia, passando por diferentes estratégias de acompanhamento e enfrentamento da pandemia.

O “Quarentena ao Vivo” é uma realização do Laboratório Aberto de Interatividade para a Disseminação do Conhecimento Científico e Tecnológico (LAbI) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

O projeto tem apoio do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF) e do Centro de Inovação em Novas Energias (CINE). O CDMF é um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP sediado na UFSCar. O CINE é um Centro de Pesquisa em Engenharia (CPE) constituído pela FAPESP e Shell, com sede na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

As conversas são transmitidas pelas redes sociais do LAbI, no Facebook e canal ClickCiência no YouTube, sem necessidade de inscrição ou limite de vagas, e as pessoas participantes podem interagir com os convidados durante a live por meio de comentários nessas redes sociais.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados