Imagens do CDMF são finalistas do concurso NanoArtography 2019 | AGÊNCIA FAPESP

Imagens do CDMF são finalistas do concurso NanoArtography 2019 Concurso de Nanoarte é promovido pela Drexel University; vencedora será escolhida por meio de votação popular até 8 de novembro (obra intitulada Space Nugget; imagem: Ricardo Tranquilin / CDMF)

Imagens do CDMF são finalistas do concurso NanoArtography 2019

01 de novembro de 2019

Agência FAPESP – Três obras produzidas por Ricardo Tranquilin, pesquisador do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), estão entre as finalistas do concurso NanoArtography 2019, promovido pelo A. J. Nanomaterials Institute da Drexel University, nos Estados Unidos.

Os títulos das obras selecionadas são: “Space Nugget”, “Sweet Tubes” e “Union of Colors”.

O CDMF é um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) financiado pela FAPESP na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

O concurso é uma competição de imagens científicas que recebe o nome “Nature’s Beauty at the Small Scale” e, em outras edições, já premiou imagens produzidas pela equipe do CDMF. A escolha da vencedora desta edição será por meio de votação popular, disponível na página da competição no Facebook até 8 de novembro de 2019.

Para votar, basta entrar nos links das imagens e dar like (curtir) na preferida. O resultado será divulgado na mesma página após o término do período de votação.

A Nanoarte é uma expressão artística recente, surgida com a nanotecnologia, que integra ciência e arte. As imagens nanométricas captadas dos materiais pesquisados são ampliadas e colorizadas em computador com o objetivo de revelar a beleza das formas de um universo invisível a olho nu, bem como popularizar e estimular a curiosidade científica.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados