Fundação Mérieux disponibiliza bolsa para laboratório de infectologia | AGÊNCIA FAPESP

Fundação Mérieux disponibiliza bolsa para laboratório de infectologia Pesquisador será responsável pela coordenação e execução dos projetos de pesquisa do Laboratório Rodolphe Mérieux, em Rio Branco, no Acre. Inscrições até 15 de janeiro (foto: Laboratório Rodolphe Mérieux, no Centro de Infectologia Charles Mérieux, em Rio Branco. Crédito: Odair Leal/Secom-Acre)

Fundação Mérieux disponibiliza bolsa para laboratório de infectologia

17 de dezembro de 2020

Agência FAPESP – A Fundação Mérieux (França) oferece uma bolsa de pesquisador para o Laboratório Rodolphe Mérieux, em Rio Branco, no Acre, sob a responsabilidade do gerente do laboratório, Andreas Stocker, e da gerente da rede Global Approach to Biology Research, Infectious diseases and Epidemics in Low-income countries (GABRIEL).

O objetivo da oportunidade é desenvolver o programa de pesquisa e atividades com foco em doenças infecciosas que afetam a saúde pública e populações vulneráveis principalmente na região amazônica.

A rede científica internacional GABRIEL foi criada pela Fundação Mérieux em 2008 para fortalecer as capacidades de investigação e formação dos laboratórios locais e melhorar a vigilância de doenças com grande impacto na saúde pública dos países em desenvolvimento. Sem fins lucrativos, a rede reúne 20 laboratórios de pesquisa em instituições acadêmicas, públicas e privadas.

As atividades da bolsa de pesquisa serão realizadas principalmente em colaboração com o Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IMT-USP) e o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) de Petrópolis (RJ), além da Fundação Oswaldo Cruz e membros da rede GABRIEL nos demais países.

O candidato selecionado receberá bolsa mensal no valor de R$ 12 mil, por três anos, com possibilidade de renovação. A missão do pesquisador será desenvolver e consolidar as atividades de pesquisa e formação do Laboratório Rodolphe Mérieux.

O candidato à vaga deve ter doutorado em ciências biomédicas ou biológicas e experiência em resistência antimicrobiana e em doenças tropicais. Além disso, deve apresentar competências e prática em técnicas de laboratório, competências em gerenciamento de projetos, softwares de rotina e específicos e conhecimento dos aspectos normativos e éticos relacionados ao trabalho de pesquisa.

Os interessados devem enviar carta de apresentação e currículo em inglês e português para florence.pradel@fondation-merieux.org, sabinoec@gmail.com e atrv@lncc.br até 15 de janeiro de 2021.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados