Problemas para ver o boletim? Clique aqui
 
Agência FAPESP English      Español
 
 
13 de agosto de 2021
 
Vacinados podem se infectar e transmitir variante alfa do novo coronavírus
Vacinados podem se infectar e transmitir variante alfa do novo coronavírus
Surtos de transmissão em dois asilos de Campinas mostram que mesmo imunizados com uma dose da vacina da AstraZeneca ou duas doses da CoronaVac ainda podem contaminar outros; casos foram assintomáticos ou leves e não demandaram hospitalização, mas alertam para a urgência de vacinação rápida, além de distanciamento social e uso de máscara mesmo para vacinados
 
 
 
Medicamentos para tratar doenças reumáticas autoimunes diminuem a resposta de vacina contra a COVID-19
Estudo divulgado na Nature Medicine avaliou indivíduos imunizados com a CoronaVac. Com base nos resultados, pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP estão testando novas estratégias, entre elas suspender o tratamento desses pacientes uma ou duas semanas antes da vacinação
 
 
 
Pessoas fisicamente ativas respondem melhor à vacina contra COVID-19, indica estudo
Mais de mil voluntários imunizados com a CoronaVac foram avaliados por pesquisadores da USP. Desenvolveram mais anticorpos contra o SARS-CoV-2 aqueles que mantinham ao menos 150 minutos de atividade física por semana, sem longos períodos de sedentarismo
 
 
 
Variante Gama (P.1) é mais agressiva, mas pode ser contida com vacina e lockdown, comprova estudo
Ao correlacionar dados de sequenciamento genômico e análises epidemiológicas na cidade de São José do Rio Preto, pesquisadores observaram alta expressiva de casos graves e mortes por COVID-19 quando a cepa se tornou prevalente na região; adoção de lockdown por 15 dias e imunização de idosos evitou o colapso do sistema de saúde, dizem os cientistas
 
 
 
Grávidas com COVID-19 correm mais risco de desenvolver pré-eclâmpsia, aponta estudo
Ao revisar dados da literatura científica, pesquisadoras da Unifesp concluem que a infecção pelo SARS-CoV-2 durante gestação pode diminuir a disponibilidade da proteína ACE2, que tem papel importante no desenvolvimento da placenta, no controle da pressão arterial e em adaptações circulatórias necessárias durante o desenvolvimento fetal
 
 
 
Físicos da Unicamp criam modelo para prever as mutações do SARS-CoV-2
Trabalho foi divulgado na revista PLOS ONE. Equações sugerem ser possível estimar a variabilidade da população viral com base em dados epidemiológicos
 
 
 
Plataforma Científica Pasteur-USP investiga impactos da COVID-19 no cérebro humano
Pesquisadores vão usar minicérebros e neurônios obtidos a partir de células-tronco como modelo de estudo
 
 
Vídeos Ver Todos
 
Ciência SP | Nova variante do coronavírus
Ciência SP | Nova variante do coronavírus
Pesquisadores da USP constataram que a proteína spike da nova linhagem viral surgida no Reino Unido interage melhor com o receptor celular humano ACE2, por meio do qual o SARS-COV-2 invade o corpo humano.
 
 
 
Ciência SP | Embalagens mais seguras
Um papel capaz de inativar o novo coronavírus e outros microrganismos causadores de doenças foi lançado pela indústria Irani. O material possui micropartículas de prata e sílica incorporadas em sua estrutura durante o processo...
 
 
 
Atividade física remota e supervisionada durante a pandemia
Com base em dados de 344 voluntários, grupo da USP comparou os benefícios à saúde de três tipos de prática: presencial com personal trainer, on-line sem supervisão ou supervisionada virtualmente por profissional.
 
 
 
Ciência SP | Testes COVID-19
Pesquisadores da UFSCar patentearam dois novos testes para detecção do novo coronavírus na saliva. Ambos têm alta sensibilidade e, se produzidos em larga escala, podem possibilitar a testagem em massa da população brasileira...
 
 
 
Ciência SP | Eficiência de filtragem das máscaras
Estudo feito na USP avaliou a eficiência de 227 tipos de máscara. As cirúrgicas e as PFF2/N95 foram as com melhor desempenho, filtrando entre 90% e 98% das partículas de aerossol. Na sequência, estão as de TNT vendidas em farmácia...
 
 
 
Ciência SP | Eficácia da CoronaVac
Estudo divulgado pelo Instituto Butantan mostrou que a eficácia global da CoronaVac pode chegar a 62,3% caso o intervalo entre as duas doses seja igual ou superior a 21 dias.
 
 
 
Ciência SP | Monitoramento on-line da COVID-19
Pesquisadores das universidades de São Paulo e do Chile desenvolveram uma ferramenta on-line de georreferenciamento que facilita a vigilância de epidemias como a de COVID-19.
 

Acompanhe a Agência FAPESP

nas redes sociais

 

Assine o boletim da Agência FAPESP.

Indique a Agência FAPESP aos seus amigos.

Cancele o recebimento do boletim.

Rua Pio XI, 1500 - Alto da Lapa - São Paulo - SP | CEP 05468-901 | Brasil

Tel: +55 (11) 3838 4000 | Fax: +55 (11) 3838 4117 | agencia@fapesp.br