Quarentena ao vivo: Mulheres cientistas na pandemia | AGÊNCIA FAPESP

Quarentena ao vivo: Mulheres cientistas na pandemia

Início
17/07/2020
Fim
17/07/2020

Agência FAPESP – A nova edição do projeto “Quarentena ao Vivo”, do Laboratório Aberto de Interatividade para a Disseminação do Conhecimento Científico e Tecnológico (LAbI) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), será realizada hoje (17/07).

O tema do evento on-line será “Mulheres cientistas na pandemia: questões de gênero, estereótipos, desigualdades e diversidade”.

A conversa, a partir das 18h30, contará com a participação de Márcia Cristina Bernardes Barbosa, física, docente da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e Letícia de Oliveira, pesquisadora na área de neurofisiologia da Universidade Federal Fluminense.

As convidadas falarão da situação específica das mulheres cientistas na pandemia e no contexto de distanciamento físico, mas também da presença feminina na ciência como um todo, em representatividade, discriminação e assédio, dentre outras questões associadas.

O projeto “Quarentena ao Vivo” tem apoio do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF) e do Centro de Inovação em Novas Energias (CINE). O CDMF é um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP sediado na UFSCar. O CINE é um Centro de Pesquisa em Engenharia (CPE) constituído pela FAPESP e Shell, com sede na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

As conversas são transmitidas pelas redes sociais do LAbI, no Facebook e canal ClickCiência no YouTube, sem necessidade de inscrição ou limite de vagas, e as pessoas participantes podem interagir com os convidados durante a live por meio de comentários nessas redes sociais.

Mais informações: https://bit.ly/2Outh5N.