USP terá novos cursos de graduação | AGÊNCIA FAPESP

Saúde pública e ciências biomédicas serão opção no vestibular de 2012. Universidade também aprova a criação do Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (foto: ICB-USP)

USP terá novos cursos de graduação

16 de dezembro de 2010

Agência FAPESP – A Universidade de São Paulo (USP) oferecerá no vestibular de 2012 duas novas graduações na capital paulista. O Conselho Universitário da USP aprovou a criação dos cursos de bacharelado em ciências biomédicas e bacharelado em saúde pública.

Na mesma sessão, no dia 14, foi aprovada também a criação de uma nova unidade de ensino e pesquisa, o Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAUSC), que abrigará o curso de arquitetura e urbanismo, criado em 1985 e até então vinculado à Escola de Engenharia de São Carlos (EESC).

Segundo a USP, o bacharelado em ciências biomédicas será oferecido pelo Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Serão 40 vagas e terá duração de oito semestres em período integral.

O objetivo do curso é preparar profissionais para atuar nas áreas de biofísica, imunologia, microbiologia, parasitologia, fisiologia, biologia molecular, histologia humana, bioquímica e embriologia.

Já o de bacharelado em saúde pública será oferecido pela Faculdade de Saúde Pública (FSP). Com 40 vagas e em período vespertino, o curso terá duração de oito semestres. O profissional poderá atuar no âmbito da atenção à saúde, gestão de sistemas e serviços de saúde, gestão ambiental e desenvolvimento sustentável.

Os dois cursos serão oferecidos no vestibular de 2012 da Fuvest.

Mais informações: www.usp.br
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados