UnB ganha incubadora social | AGÊNCIA FAPESP

UnB ganha incubadora social

15 de dezembro de 2005

Agência FAPESP - A Secretaria de C&T para Inclusão Social do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) liberou R$ 356,7 mil para a implantação de uma Incubadora Social e Solidária na Universidade de Brasília (UnB).

O projeto, desenvolvido em parceria com o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da UnB, conta com uma contrapartida de R$ 185 mil da instituição e prevê o apoio ao desenvolvimento e comercialização de novos produtos no Distrito Federal.

A Incubadora Social e Solidária foi lançada na terça-feira (13/12), em Brasília (DF), e deverá começar a funcionar em janeiro. Para o MCT, diversos grupos organizados, cooperativas e trabalhadores informais serão beneficiados com ajuda na área de consultoria, assessoria e acompanhamento de projetos.

A meta, segundo o coordenador do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da UnB, Ronaldo Baía, é estimular e dar sustentabilidade a pequenos negócios, transformando boas idéias em realizações. Na área social, Baía destaca que devem ser formados dez grupos, cada um com 20 integrantes, em média.

A experiência na área social começou em 2004, com a ajuda a um grupo de costureiras de Sobradinho e outro de bordadeiras do Paranoá. Com as novas incubadoras, a meta é atender 30 grupos na área social até 2007.


Assuntos mais procurados