UFSCar oferece mestrado profissional em Conservação da Fauna | AGÊNCIA FAPESP

Seis vagas estão disponíveis para o curso realizado em parceria com a Fundação Parque Zoológico de São Paulo; inscrições terminam em 25 de novembro (Momotus momota; foto: Léo Ramos Chaves / Pesquisa FAPESP)

UFSCar oferece mestrado profissional em Conservação da Fauna

21 de novembro de 2019

Agência FAPESP – O Programa de Pós-Graduação em Conservação da Fauna (PPGCFau) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está com processo seletivo aberto para o curso de mestrado profissional. São oferecidas seis vagas e as inscrições podem ser feitas até 25 de novembro de 2019.

O PPGCFau é uma iniciativa da UFSCar em parceria com a Fundação Parque Zoológico de São Paulo e está organizado em duas linhas de pesquisa: “Biologia da Conservação e Genética da Conservação” e “Gestão e Manejo in situ e ex situ”.

A pós-graduação é multidisciplinar e abrange teoria, conceitos e métodos da educação ambiental, gestão, manejo animal, biologia, ecologia, comportamento e genética. O objetivo é desenvolver conhecimento e tecnologias com o foco na conservação da biodiversidade.

As inscrições podem ser feitas pelo site do PPGCFau. Os candidatos devem encaminhar os seguintes documentos: formulário eletrônico de inscrição preenchido, requerimento de inscrição datado e assinado pelo candidato, cópias do RG, diploma de curso superior, histórico escolar do curso superior e curriculum vitae.

A seleção é composta por três etapas: prova escrita de língua inglesa, prova escrita de conhecimentos específicos e análise do currículo. O resultado final do processo seletivo será divulgado na página do PPGCFau.

Mais informações em: www.ppgcfau.ufscar.br/processo-seletivo-ppgcfau.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados