Treinamento técnico em microbiologia com bolsa da FAPESP | AGÊNCIA FAPESP

Treinamento técnico em microbiologia com bolsa da FAPESP Vaga é para auxiliar em projeto da empresa Biomade, sediada em São José do Rio Preto, que visa desenvolver um coquetel enzimático para obtenção de aguardente com maior qualidade sensorial (foto: Biomade)

Treinamento técnico em microbiologia com bolsa da FAPESP

15 de abril de 2019

Agência FAPESP – O projeto "Desenvolvimento de coquetel de enzimas para obtenção de aguardente de cana de maior qualidade sensorial", financiado pelo Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), da FAPESP, oferece uma vaga para treinamento técnico nível 3 (TT-3). Inscrições podem ser feital até 26 de abril.

O candidato aprovado terá bolsa FAPESP na empresa Biomade Soluções Biotecnológicas, de São José do Rio Preto (SP), para auxiliar na área de análise físico-química em atividades relacionadas à fermentação alcoólica, enzimologia e instrumentação analítica (GC e HPLC).

A oportunidade, com duração de nove meses, é direcionada a profissionais das áreas de Biologia, Química e outras semelhantes.

As inscrições podem ser feitas com a coordenadora do projeto, Ana Lúcia Ferrarezi, pelo e-mail ajtbiotecnologia@gmail.com.

Mais informações sobre a vaga em www.fapesp.br/oportunidades/2799.

A Bolsa de TT-3 tem valor de R$ 1.228,40 mensais. É direcionada a graduados do nível superior, sem reprovações no histórico escolar e sem vínculo empregatício. A dedicação deverá ser de 16 a 40 horas semanais às atividades de apoio ao projeto de pesquisa. O tempo de bolsa TT-3 será descontado no caso de o interessado vir a usufruir de Bolsa de Mestrado ou Doutorado Direto. Mais informações sobre as bolsas de Treinamento Técnico da FAPESP: www.fapesp.br/bolsas/tt.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados