Treinamento Técnico em Bioquímica com bolsa da FAPESP | AGÊNCIA FAPESP

Treinamento Técnico em Bioquímica com bolsa da FAPESP Bolsista integrará o Centro de Biologia Química de Proteínas Quinases da Unicamp; prazo de inscrição encerra em 30 de setembro (Imagem: Wikimedia Commons)

Treinamento Técnico em Bioquímica com bolsa da FAPESP

27 de setembro de 2016

Agência FAPESP – O Centro de Biologia Química de Proteínas Quinases da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), integrante do Structural Genomics Consortium (SGC), oferece oportunidade de bolsa de Treinamento Técnico (TT3) em Bioquímica. O Centro é apoiado pela FAPESP no âmbito do Programa Parceria para Inovação Tecnológica (PITE).

O prazo de inscrição encerra em 30 de setembro. O valor da bolsa de 40 horas é de R$ 1.136,40.

O bolsista integrará um grupo de pesquisa multidisciplinar empenhado em atingir os mais altos níveis de excelência em âmbito internacional, apoiando o desenvolvimento de ensaios bioquímicos e de varredura de compostos em larga escala.

O candidato selecionado auxiliará no planejamento e execução de experimentos, realizará análises de controle de qualidade de enzimas e fará testes periódicos de calibração de equipamentos.

É desejável, mas não essencial, o conhecimento prévio em qualquer uma das áreas de bioquímica, enzimologia, química de proteínas, cristalografia de proteínas ou química orgânica e medicinal.

Os interessados devem entrar em contato com o Centro no endereço sgc.unicamp.applications@gmail.com.

A oportunidade está publicada em www.fapesp.br/oportunidades/1250/.

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados