Temáticos em série | AGÊNCIA FAPESP

FAPESP lança a série Resultados de Projetos Temáticos em São Paulo, com oito volumes que reúnem reportagens publicadas de 1996 a 2004 sobre pesquisas apoiadas na modalidade

Temáticos em série

29 de dezembro de 2008

Por Thiago Romero

Agência FAPESP – Conhecer objetivos, metodologias e resultados de pesquisas apoiadas pela FAPESP e, ao mesmo tempo, acompanhar a evolução do jornalismo científico praticado pela revista Pesquisa FAPESP na divulgação das particularidades desses estudos.

Esses são os dois principais destaques da série Resultados de Projetos Temáticos em São Paulo, organizado pela gerência de comunicação da Fundação paulista e que acaba de ser lançada. Os oito volumes trazem reportagens sobre os estudos publicadas na revista no período de fevereiro de 1996 a dezembro de 2004.

São oito volumes: Vigor e inovação na pesquisa brasileira (v.1), Do laboratório à sociedade (v.2), Desafios da ciência (v.3), Caminhos da pesquisa (v.4), Múltiplos olhares da ciência (v.5), Conhecimento bem articulado (v.6), Pesquisa de fôlego (v.7) e Saberes acumulados (v.8).

“A série é uma prestação de contas de como os recursos públicos são aplicados pela FAPESP em pesquisa científica ao longo dos anos. É também um instrumento de reflexão sobre o que estamos fazendo nas diversas áreas do conhecimento e uma amostra do alto nível da pesquisa brasileira, que só muito recentemente começou a ter a merecida divulgação”, disse Celso Lafer, presidente da FAPESP.

“Uma coisa, entretanto, é informar. Outra é parar para refletir a partir de um conjunto de informações reunidas e que dão conta daquilo que estamos fazendo nas diversas áreas do conhecimento ao longo dos anos. Essa reflexão é o que a série nos possibilita”, destacou.

Os volumes da série, que serão distribuídos a bibliotecas de instituições de ensino e de pesquisa no Estado de São Paulo, estão divididos em ciências agrárias, ciências biológicas, ciências humanas e sociais, ciências exatas e engenharias e saúde.

Os dois primeiros volumes são os únicos que já haviam sido editados anteriormente e que, agora, ganham uma segunda edição revista. Vigor e inovação na pesquisa brasileira teve sua primeira edição lançada em 1998 e, com ele, a FAPESP deu início à publicação de livros de divulgação científica. Ali estão 19 reportagens sobre pesquisas temáticas publicadas de fevereiro de 1996 a novembro de 1997. Do laboratório à sociedade, por sua vez, reúne 20 reportagens veiculadas entre dezembro de 1997 e maio de 1999.

Segundo Mariluce Moura, diretora de redação da revista Pesquisa FAPESP, os primeiros Projetos Temáticos começaram as ser divulgados quando a publicação ainda se chamava Notícias FAPESP, informativo lançado em agosto de 1995 com distribuição gratuita para pesquisadores paulistas, gestores da política nacional de ciência e tecnologia e jornalistas.

“O desafio, que começou no número seis do informativo, em 1996, foi produzir textos que estivessem ao alcance da compreensão de pessoas bem informadas de qualquer área do conhecimento, sem falsear a densidade e a riqueza dos estudos”, disse Mariluce à Agência FAPESP.

“A série agora lançada pela Fundação, com seus oito livros, constitui um instrumento de estudo tanto sobre o que se faz de mais relevante na pesquisa em São Paulo como também permite a análise das formas e do estilo jornalístico com que a revista vem se propondo a divulgar a ciência com mais eficiência”, explicou.

A revista, que ganhou seu nome atual em outubro de 1999, tem atualmente tiragem de 35,8 mil exemplares. Além de ser enviada gratuitamente para 22 mil pesquisadores, é comercializada em bancas de jornal e pode ser assinada.

Criada em 1990 pela FAPESP, a modalidade Projetos Temáticos de Auxílios apóia projetos abrangentes, de longa duração e com forte caráter multidisciplinar, envolvendo equipes de diversos pesquisadores, muitas vezes de vários departamentos ou instituições.

Seus resultados trazem contribuições para a sociedade por terem, em geral, grande impacto científico para o avanço do conhecimento. A modalidade apóia propostas com objetivos suficientemente ousados, o que justifica a duração de até quatro anos.

Grafismos

As capas dos volumes da série Resultados de Projetos Temáticos em São Paulo são de autoria de Hélio de Almeida, artista gráfico responsável pela criação de algumas logomarcas de programas da FAPESP e pelas capas e projetos gráficos de diversas publicações editadas pela gerência de comunicação da Fundação, entre as quais estão os Relatórios de Atividades da FAPESP de 2005, 2006 e 2007; Brasil líder mundial em conhecimento e tecnologia de cana e etanol – A contribuição da FAPESP; A pesquisa traduzida em negócios – Dez anos de incentivo à inovação tecnológica; e Olhar amplo sobre a biodiversidade, que podem ser lidos na página de “Publicações”, no site da FAPESP, em www.fapesp.br/publicacoes.

Referência na arte e no design gráfico brasileiros, Almeida, que também foi diretor de arte da revista Pesquisa FAPESP, fez importantes trabalhos para, entre outras, as revistas Isto É, Veja, Visão e Jornal da República, além de capas de dezenas de livros.

Lançou no início de dezembro o livro Hélio de Almeida Artista Gráfico, que apresenta uma retrospectiva de sua carreira com a reunião de uma pequena amostra de seus trabalhos mais expressivos.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados