Prêmio Fundação Bunge 2018 escolhe temas em Ciências Agrárias e Letras | AGÊNCIA FAPESP

Premiação homenageará profissionais da área de Ciências Agrárias e de Letras, com os temas “Serviços Ambientais para o Agronegócio” e “Literatura Infantojuvenil”, respectivamente

Prêmio Fundação Bunge 2018 escolhe temas em Ciências Agrárias e Letras

09 de maio de 2018

Agência FAPESP – O Prêmio Fundação Bunge 2018 homenageará profissionais da área de Ciências Agrárias, com o tema “Serviços Ambientais para o Agronegócio”, e da área de Letras, com o tema “Literatura Infantojuvenil”.

As indicações para cada área serão feitas pelas principais universidades e entidades científicas e culturais brasileiras até o dia 30 de junho de 2018. Em seguida, Comissões Técnicas compostas por especialistas em cada área de premiação irão avaliar e escolher os homenageados deste ano. Os contemplados serão conhecidos em agosto e a cerimônia de entrega da 63ª edição do Prêmio Bunge e 39ª do Prêmio Fundação Bunge Juventude acontecerá em novembro.

O Prêmio Fundação Bunge foi criado em 1955 para incentivar a inovação e a disseminação de conhecimento e é concedido anualmente com a proposta de reconhecer os profissionais que contribuem para o desenvolvimento da cultura e das ciências no Brasil, além de estimular novos talentos. A premiação homenageia dois profissionais de áreas de atuação reconhecidas, totalizando quatro contemplados: dois na categoria Vida e Obra e dois em Juventude (pesquisadores com até 35 anos de idade).

Em 2017, na categoria Vida e Obra, a premiação foi concedida ao agrônomo mineiro Alysson Paulinelli e à gaúcha Cláudia Marques, especialista em Direitos do Consumidor. Na categoria Juventude, foram contemplados o engenheiro paulista Marcelo Loureiro e o gaúcho Ivar Hartmann, especialista em Direito Público.

Mais informações: www.fundacaobunge.org.br/projetos/premio-fundacao-bunge/ 

 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados