1 Prazo de inscrição para oportunidades do Newton Fund termina no dia 22 | AGÊNCIA FAPESP

Prazo de inscrição para oportunidades do Newton Fund termina no dia 22 | AGÊNCIA FAPESP

Academias britânicas oferecem auxílios para que cientistas do Brasil façam pesquisa e intercâmbio no Reino Unido

Prazo de inscrição para oportunidades do Newton Fund termina no dia 22

09 de outubro de 2014

Agência FAPESP – Cientistas brasileiros que querem realizar pesquisas e atividades de intercâmbio com instituições no Reino Unido têm agora novas oportunidades.

As Academias Nacionais do Reino Unido – Royal Society, British Academy, Academy of Medical Sciences e Royal Academy of Engineering –, em colaboração com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e as fundações de amparo à pesquisa estaduais (FAPs), oferecem auxílios no âmbito do Newton Fund, fundo do governo britânico de apoio à pesquisa em ciência e inovação.

Os participantes na iniciativa, incluindo a FAPESP, concordaram em estabelecer inicialmente um programa de três anos, com o objetivo de desenvolver uma comunidade de pesquisa bem treinada e estabelecer conexões de longo prazo entre pesquisadores do Reino Unido e do Brasil.

O programa oferece três oportunidades: Newton Advanced Fellowships, Newton Mobility Grants e Newton International Fellowships.

A primeira chamada dos Newton Advanced Fellowships está aberta a pesquisadores sediados no Brasil para desenvolver projetos que permitam fortalecer a capacidade de pesquisa de seu grupo por meio de treinamento e colaboração com parceiro no Reino Unido.

Os auxílios serão concedidos para períodos de até dois anos para pesquisadores em Ciências Naturais (incluindo engenharia, pesquisa clínica ou orientada ao paciente), Ciências Sociais e Ciências Humanas. Os auxílios poderão ser de até £37 mil por ano. Os interessados devem ter concluído o pós-doutorado há menos de 15 anos e a submissão deve ser feita conjuntamente com o parceiro britânico.

Os Newton Mobility Grants financiam despesas de mobilidade dos pesquisadores brasileiros e parceiros britânicos, que atuem em projetos colaborativos. Os auxílios serão de até dois anos e destinados a apoiar pesquisadores em Ciências Naturais (até £12 mil), engenharias (até £24 mil) e ciências sociais e ciências humanas (até £10 mil).

A chamada para as Newton International Fellowships será aberta futuramente. A modalidade apoiará pesquisadores brasileiros com pós-doutorado e em início de carreira, que poderão permanecer por dois anos consecutivos em trabalhos de pesquisa e de treinamento em universidade ou instituto de pesquisa no Reino Unido.

As inscrições para as duas modalidades abertas vão até as 17h (horário britânico) do dia 22 de outubro. Para submissões na Royal Academy of Engineering, o prazo termina no dia 24 de outubro, às 16h (horário britânico).

Lançado em abril de 2014, o Newton Fund de fomento à pesquisa e inovação em países emergentes investirá cerca de £75 milhões (R$ 262 milhões) em diversos programas que contemplam mobilidade, pesquisa e capacitação em 15 países.

No Brasil, deverão ser investidos aproximadamente £27 milhões (R$ 94 milhões) até 2017.

Mais informações: www.fapesp.br/chamadas/2014/newton0914.pdf

Do Reino Unido para São Paulo

As oportunidades no Reino Unido estão sendo oferecidas simultaneamente a uma chamada de proposta dos mesmos participantes para intercâmbio em pesquisa.

No Estado de São Paulo, a FAPESP selecionará propostas de pesquisadores de instituições de ensino superior e de pesquisa que queiram trazer pesquisadores visitantes do Reino Unido (visitas curtas, de 7 dias a 6 meses, ou de médio a longo prazo, de 6 meses a 36 meses) e de jovens pesquisadores do Reino Unido que queiram iniciar carreira em pesquisa em instituição no Estado de São Paulo.

Mais informações: www.fapesp.br/8952