Pós-Doutorado em Ecologia com Bolsa da FAPESP | AGÊNCIA FAPESP

Pós-Doutorado em Ecologia com Bolsa da FAPESP Inscrições abertas até 4 de dezembro para oportunidade na Unesp em pesquisa internacional sobre estratégias e padrões de mudança foliar no âmbito do Projeto NORDESTE (Foto: Wikimedia Commons)

Pós-Doutorado em Ecologia com Bolsa da FAPESP

28 de novembro de 2016

Agência FAPESP – O Laboratório de Fenologia do Departamento de Botânica da Unesp, em Rio Claro (SP), dispõe de uma vaga para pós-doutoramento, com Bolsa da FAPESP.

A oportunidade está vinculada ao projeto de pesquisa " Nordeste: uma nova ciência para um importante, porém negligenciado bioma", na modalidade São Paulo Excellence Chair (SPEC) da FAPESP.

A bolsa é para 24 meses (janeiro/fevereiro 2017 a dezembro 2018/janeiro 2019). Interessados podem se candidatar até 4 de dezembro de 2016.

O trabalho de pesquisa do selecionado se concentrará em: 1) Instalação e monitoramento fenológico com câmeras digitais a serem instaladas em diferentes áreas de vegetação de Caatinga - florestas sazonais tropicais secas - definidas dentro do Projeto NORDESTE; 2) Análise das fotos sequenciais tiradas da vegetação da dinâmica de mudança foliar das florestas sazonais tropicais secas.

O objetivo específico é entender as estratégias e os padrões de mudança foliar das espécies dessas vegetações e seus gatilhos e restrições ambientais. Essas informações poderão ser integradas e analisadas considerando a composição florística, estrutura 3D (LIDAR) e imagens hiperespectrais da vegetação na área, características das plantas e dados climáticos locais e de torres de fluxo e deverão ser incorporadas aos modelos a serem desenvolvidos nos grupos de trabalhos de modelagem.

As análises de séries temporais poderão ser feitas em software em desenvolvimento e/ou utilizando linguagem R ou outros recursos como MatLab ou Python.

O candidato deve ter um doutorado em Ecologia, Biologia Vegetal, Biologia da Conservação, Ciências da Terra, Sensoriamento Remoto ou áreas afins, obtido nos últimos sete anos. O candidato deve ser fluente em inglês e ter domínio em linguagem de programação, especialmente em R.

Conhecimentos prévios na área de análise de séries temporais, fenologia e experiência específica com fenologia remota utilizando câmeras digitais, bem como experiências em aprendizado de máquina para processamento e análise de imagens digitais, SIG, sensoriamento por drones, sensores hiperespectrais e LIDAR são desejáveis e serão considerados na seleção.

Interessados devem enviar para seleção carta de manifestação de motivação/interesse, curriculum vitae e duas cartas de recomendação, formato PDF, à professora Patrícia Morellato (patricia.morellato@gmail.com / pmorella@rc.unesp.br), pesquisadora principal responsável pela bolsa. O resultado deverá divulgado até o dia 20 de dezembro de 2016.

Mais informações sobre a oportunidade: fapesp.br/oportunidades/1327.

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 6.819,30 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista de PD resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição-sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio-Instalação. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de Bolsas de Pós-Doutorado, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em fapesp.br/oportunidades.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados