Nexus seleciona startups para programa de incubação | AGÊNCIA FAPESP

Hub de inovação do Parque Tecnológico São José dos Campos tem processo seletivo aberto até 30 de setembro para projetos de qualquer localidade (foto: Cietec)

Nexus seleciona startups para programa de incubação

24 de setembro de 2018

Agência FAPESP * – O Nexus, hub de inovação do Parque Tecnológico São José dos Campos, seleciona até o dia 30 de setembro de 2018 startups e projetos para seu programa de incubação e aceleração. O objetivo é dar espaço a ideias para novos negócios.

Podem participar desde empreendedores com ideias ainda no papel até jovens empresas já estabelecidas. Os candidatos passarão por duas etapas de avaliação, modelo de negócio e poder de execução, além de workshops e pitch (apresentação).

Enquanto a incubação é focada em jovens empresas de base tecnológica, a aceleração tem foco em startups digitais, com grande potencial para crescer de forma rápida. O programa de incubação é de até dois anos e o de aceleração dura até um ano.

O Nexus está voltado ao estímulo e à criação de novos empreendimentos baseados em negócios inovadores com alto valor agregado e de base tecnológica, que atuem preferencialmente nas seguintes áreas: aeroespacial, automotiva, agrotecnologia, eletrônica, energia, fintech, tecnologia da informação, internet das coisas, indústria 4.0, meio ambiente, smart cities e saúde.

Um destaque desta seleção é a possibilidade de o candidato se inscrever mesmo que ainda não tenha CNPJ (empresa) constituído. As propostas podem vir de qualquer cidade. A inscrição para o processo seletivo é gratuita. Detalhes sobre a inscrição constam do edital, disponível no site do Parque Tecnológico.

Mais informações: www.pqtec.org.br/institucional/editais

Com informações da Assessoria de Comunicação do Parque Tecnológico São José dos Campos.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados