Museu da Energia de São Paulo é reaberto | AGÊNCIA FAPESP

Espaço tem novas salas e recursos audiovisuais que abordam temas como a história da iluminação pública na cidade e o uso sustentável da energia (foto: Museu da Energia)

Museu da Energia de São Paulo é reaberto

31 de janeiro de 2018

Agência FAPESP – Após um ano fechado, o Museu da Energia de São Paulo reabriu durante o aniversário da capital paulista, no dia 25 de janeiro de 2018. O espaço é mantido pela Fundação Energia e Saneamento.

A reabertura do museu traz a inauguração de novas salas e de recursos audiovisuais que abordam temas como a história da iluminação pública na cidade e o uso sustentável da energia.

Por meio de vídeos, fotos e objetos museológicos é contada a história dos serviços de iluminação pública na capital paulista, desde os tempos dos lampiões abastecidos a óleo de peixe, no século 19, até a chegada da energia elétrica.

O “Espaço das Águas” é um ambiente que aborda tanto a história da relação da cidade de São Paulo com suas águas como o caminho que esta percorre, dos reservatórios até a torneira, além de questões atuais sobre a necessidade do uso consciente dos recursos hídricos.

O Museu da Energia também inaugurou a exposição temporária “Encontros improváveis de um lugar em comum”, que apresenta obras de Cadu, Guto Lacaz, Paulo Nenflídio e Regina Silveira. Espalhadas pelos dois andares do museu, as obras dialogam com os temas “Água” e “Energia”. A exposição temporária estará aberta ao público até 24 de junho.

Na área externa do museu, haverá um local permanente para exposições de grafites e pinturas murais com temática relacionada aos temas energia e água. Anualmente, novos artistas serão convidados para a reformulação estética do espaço

O museu está aberto de terça a sábado, das 10 às 17 horas. A entrada é gratuita. O espaço está localizado na al. Cleveland, 601, Campos Elíseos, São Paulo.

Mais informações: www.museudaenergia.org.br.
 

Assuntos mais procurados