Ministério da Saúde e Fundação Bill & Melinda Gates lançam chamada para pesquisas sobre malária | AGÊNCIA FAPESP

Ministério da Saúde e Fundação Bill & Melinda Gates lançam chamada para pesquisas sobre malária Serão destinados R$ 14 milhões para o financiamento de projetos inovadores que possam contribuir para a avaliação e desenvolvimento de programas de prevenção, vigilância, controle e eliminação da doença (fêmea de Anopleles, mosquito transmissor da malária - imagem: Pixabay)

Ministério da Saúde e Fundação Bill & Melinda Gates lançam chamada para pesquisas sobre malária

02 de outubro de 2019

Agência FAPESP – O Ministério da Saúde e a Fundação Bill & Melinda Gates lançaram mais uma chamada do Grand Challenges Brazil para apoiar pesquisadores no país. O tema da atual edição é “Prevenção, Detecção e Combate à Malária no Brasil”.

A chamada investirá cerca de R$ 14 milhões em propostas inovadoras que possam contribuir para a avaliação e desenvolvimento de programas de prevenção, vigilância, controle e eliminação da malária. Pesquisadores têm até 14 de outubro de 2019 para enviar suas propostas.

Espera-se que os cientistas financiados possam contribuir para a criação e o aprimoramento de políticas públicas, além do desenvolvimento de intervenções inovadoras que possam ser aplicadas nas áreas e populações mais atingidas pela doença, a fim de avançar nas estratégias de eliminação da malária.

Para enviar propostas é necessário ter título de doutor ou livre-docência. Os projetos devem estar relacionados a temas como: adesão ao tratamento de malária no Brasil; desenvolvimento de novos métodos de diagnóstico e estudos em epidemiologia; pesquisas em biologia e controle de vetores; e avaliação de impacto econômico de tecnologias sociais para controle de malária.

As propostas deverão ser encaminhadas ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), por meio do Formulário de Propostas on-line disponível na Plataforma Carlos Chagas.

Mais informações: https://bit.ly/2k3Xs8g.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados