Mestrado na UFSCar em Agroecologia e Desenvolvimento Rural | AGÊNCIA FAPESP

Mestrado na UFSCar em Agroecologia e Desenvolvimento Rural São oferecidas 24 vagas, em duas linhas de pesquisa; inscrições abertas até 1º de setembro (foto: Wikimedia Commons)

Mestrado na UFSCar em Agroecologia e Desenvolvimento Rural

22 de agosto de 2019

Agência FAPESP – O Programa de Pós-Graduação em Agroecologia e Desenvolvimento Rural (PPGADR-Ar) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em Araras, está com inscrições abertas até 1º de setembro de 2019 para o processo seletivo do curso de mestrado acadêmico, com ingresso no primeiro semestre de 2020.

O objetivo do curso é o estudo de novas perspectivas em relação à produção de alimentos, com a avaliação de agroecossistemas sustentáveis baseados nos conceitos e ferramentas usadas pela Agroecologia, incorporando as áreas de Ecologia, Agronomia, Economia e Sociologia. Também analisa as estratégias alternativas de desenvolvimento rural e suas perspectivas políticas.

No total, são oferecidas 24 vagas, distribuídas em duas linhas de pesquisa: “Tecnologias e processos em sistemas agroecológicos” e “Agroecologia, desenvolvimento rural e sociedade”.

O processo seletivo será composto por três fases: avaliação do projeto de pesquisa e arguição do projeto, ambas eliminatórias, e avaliação de currículo, que é uma etapa classificatória.

Para a realização das inscrições, os candidatos devem enviar para o e-mail ppgadrprocessoseletivo@ufscar.br os seguintes documentos: requerimento de inscrição e formulário próprio preenchido e assinado, cópias digitais em formato PDF do diploma de graduação, do histórico completo do curso de graduação, do currículo Lattes, do RG e do CPF, documentos comprobatórios do currículo digitalizados e projeto de pesquisa.

O resultado das inscrições será afixado no mural do Prédio da Pós-Graduação do Centro de Ciências Agrárias da UFSCar e divulgado no site do PPGADR-Ar.

Mais informações: www.ppgadr.ufscar.br/processo-seletivo-2.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados