Instituto Oceanográfico da USP tem duas oportunidades de Bolsa da FAPESP | AGÊNCIA FAPESP

Uma das vagas é de doutorado direto e a outra, de pós-doutorado, para participar de pesquisa sobre impactos de mudanças globais nos oceanos (imagem: NOAA)

Instituto Oceanográfico da USP tem duas oportunidades de Bolsa da FAPESP

27 de março de 2018

Agência FAPESP – O Projeto Temático “Variabilidade Interanual dos transportes através da rede transatlântica SAMOC (SAMBAR)”, conduzido no Instituto Oceanográfico da USP, tem duas oportunidades com Bolsa da FAPESP. 

O projeto SAMBAR tem por objetivo melhorar o entendimento das variabilidades interanuais do conteúdo de calor e transportes meridionais pela latitude 34.5S, seção zonal referida como SAMBA (SAMOC Basin-wide Array).

O projeto investiga impactos de mudança globais nos oceanos e as respostas de alterações na circulação do Atlântico Sul sobre o clima regional e na estabilidade da circulação de revolvimento meridional.

Uma das vagas é de pós-doutorado e exige um candidato com doutorado em Oceanografia Física ou em campo correlato. O selecionado participará de cruzeiros para desenvolver observações oceânicas e analisar dados e resultados de modelos para estudar processos físicos oceânicos. O prazo de inscrição se encerra no dia 31 de março de 2018.

Mais informações sobre a vaga estão disponíveis em www.fapesp.br/oportunidades/1916.

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros. O selecionado receberá Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 7.174,80 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica de Bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa. Mais informações sobre a Bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/pd.

A outra oportunidade é de doutorado direto e o candidato deve ter bacharelado em Oceanografia, Física, Matemática, Ciência Atmosférica, Engenharia ou qualquer outro campo correlato. O prazo de inscrição se encerra no dia 30 de abril de 2018.

O objetivo principal é entender a variabilidade da SAMOC, escalas de sazonal a decadal, em resposta a índices climáticos remotos, como o El Niño-Southern Oscillation (ENSO), Pacifico Decado Oscillation (PDO) e Antarctic Oscillation (AAO). 

Mais informações sobre a vaga estão disponíveis em www.fapesp.br/oportunidades/1917.

Para o desenvolvimento desse projeto, o selecionado receberá Bolsa de Doutorado Direto da FAPESP, com duração de 48 meses e valor mensal de R$ 1.988,10 no primeiro ano, R$ 2.110,20 no segundo ano, R$ 2.929,80 no terceiro ano e R$ 3.626,10 no quarto ano. Um auxílio financeiro equivalente a 30% do valor anual da bolsa será concedido para despesas diretamente relacionadas às atividades de pesquisa. Os requisitos e benefícios estão disponíveis em www.fapesp.br/bolsas/dd

Para ambas as vagas, as inscrições devem ser feitas enviando e-mail para o professor coordenador do projeto, Edmo José Dias Campos (edmo@usp.br).

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados