Green Talents apoia projetos de jovens pesquisadores | AGÊNCIA FAPESP

Programa do governo alemão busca projetos focados em sustentabilidade e meio ambiente. Brasileiros podem participar

Green Talents apoia projetos de jovens pesquisadores

22 de maio de 2018

Agência FAPESP – O Green Talents – Fórum Internacional de Projetos com Alto Potencial para o Desenvolvimento Sustentável, realizado pelo Ministério Federal da Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF), está em busca de jovens talentos em pesquisa em todo o mundo. Os interessados em participar poderão se inscrever até 23 de maio de 2018, pelo site da competição.

Os vencedores ganharão acesso exclusivo aos principais centros de pesquisa em desenvolvimento sustentável da Alemanha. Além disso, terão a oportunidade de visitar a Alemanha em 2018 e participar do fórum científico, com duração de duas semanas, e todas as despesas pagas.

Os selecionados também terão oportunidade de apresentar trabalhos por meio de reuniões individuais com especialistas de sua escolha, para discutir oportunidades futuras de pesquisa e cooperação. Depois, em 2019, ganharão estadia de pesquisa totalmente financiada, com duração de até três meses, na instituição da escolha do vencedor.

Todos os anos, os pesquisadores brasileiros têm se destacado no concurso com projetos na área da sustentabilidade e meio ambiente. No total, 16 brasileiros venceram a competição desde o lançamento da iniciativa, em 2009.

A iniciativa tem o objetivo de promover o intercâmbio internacional de projetos de pesquisa inovadores nas áreas da sustentabilidade e meio ambiente. Com centros de pesquisa e inovação de ponta, a Alemanha dá apoio especial a esses esforços ao intensificar a cooperação entre as mentes brilhantes mais promissoras de todo o mundo. O prêmio contempla 25 jovens pesquisadores todos os anos.

Mais informações: www.greentalents.de.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados