Gilberto Dupas morre aos 66 anos | AGÊNCIA FAPESP

Fundador do Instituto de Estudos Econômicas e Internacionais e do Grupo de Análise da Conjuntura Internacional da USP foi secretário de Estado de Agricultura e Abastecimento (foto: Unisinos)

Gilberto Dupas morre aos 66 anos

18 de fevereiro de 2009

Agência FAPESP – O professor Gilberto Dupas, membro do conselho deliberativo do Instituto de Relações Internacionais (IRI) da Universidade de São Paulo, morreu na madrugada desta terça-feira (17/2) aos 66 anos, vítima de um derrame. Há cerca de um ano ele lutava contra o câncer de pâncreas.

O enterro foi realizado à tarde no Cemitério Gethsêmani, no bairro do Morumbi, em São Paulo.

Dupas foi professor visitante da Universidade Paris II e da Universidade Nacional de Córdoba. Em 1995, concebeu o Grupo de Análise da Conjuntura Internacional (Gacint), a partir do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, do qual também integrou o conselho deliberativo. Hoje o Gacint está integrado ao IRI.

Em 2001 fundou o Instituto de Estudos Econômicos e Internacionais (IEEI), instituição sem fins lucrativos da qual foi presidente durante oito anos.

Foi membro do Conselho Nacional de Avaliação do Ensino Superior (Conaes), do conselho do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e do conselho diretor da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Foi secretário de Estado de Agricultura e Abastecimento e presidente da então Caixa Econômica do Estado de São Paulo.

Entre seus livros estão Economia Global e Exclusão Social, Ética e Poder na Sociedade da Informação, Hegemonia, Estado e Governabilidade, Tensões Contemporâneas entre o Público e o Privado e Atores e poderes na nova ordem global.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados