FGV abre inscrições para Programa 10.000 Mulheres | AGÊNCIA FAPESP

Empreendedoras com negócio próprio já em funcionamento são o público-alvo do curso; inscrições vão até 20 de maio (foto: Programa 10.000 Mulheres)

FGV abre inscrições para Programa 10.000 Mulheres

13 de março de 2014

Agência FAPESP – A Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP), em parceria com a escola espanhola IE Business School, oferecem, pelo sexto ano consecutivo, o Programa 10.000 Mulheres.

Com inscrições abertas até 20 de maio, o programa conta com o patrocínio das instituições norte-americanas Goldman Sachs e Goldman Sachs Foundation e tem como objetivo capacitar gratuitamente mulheres empreendedoras que não tiveram acesso a uma formação específica em administração e gestão de negócios.

Por meio de uma aprendizagem colaborativa com várias atividades e orientações on-line, a iniciativa busca permitir que as participantes adquiram conhecimentos e ferramentas para obter sucesso nos negócios. A ideia é incentivar a troca de experiências e melhorar o networking das empreendedoras.

O conteúdo programático inclui o módulo de empreendedorismo, que tratará de assuntos como finanças, marketing e operações, e o de serviços de apoio às empreendedoras, que promoverá eventos e feiras.

Para participar do programa, é preciso possuir negócio próprio já em funcionamento e preencher ficha de inscrição informando os motivos de interesse e os objetivos a serem atingidos. A seleção será conduzida pela FGV e as candidatas que tiverem a ficha pré-selecionada passarão por entrevista com o comitê de seleção acadêmico.

As aulas serão ministradas quinzenalmente, sempre às sextas-feiras e aos sábados, durantes oito semanas, na unidade Nove de Julho da FGV, situada na Rua Itapeva, 432, em São Paulo.

A ficha de inscrição e mais informações podem ser conferidas em http://www.10000mulheres.com.br/home/
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados