FAPESP e Agilent apoiarão pesquisa em biofarma | AGÊNCIA FAPESP

Chamada de propostas está aberta a pesquisadores do Estado de São Paulo. Projetos poderão ter duração de até 36 meses (foto: Agilent)

FAPESP e Agilent apoiarão pesquisa em biofarma

30 de outubro de 2019

Agência FAPESP – A FAPESP e a Agilent anunciam uma nova chamada de propostas na área de biofarma, voltada a pesquisadores associados a instituições de ensino superior e de pesquisa no Estado de São Paulo.

O objetivo da chamada é financiar projetos que façam avançar o estado da arte de medições em saúde humana, medicina veterinária e agricultura. Mais especificamente, há o interesse de encontrar modos de conferir mais rapidez, simplicidade e robustez aos processos ligados à descoberta, ao desenvolvimento e à manufatura de biológicos e biossimilares, propiciando-lhes maior qualidade.

As propostas poderão incluir refinamento de instrumentos, desenvolvimento de novos protocolos de medição e de novas formas de analisar dados, invenção de novos fluxos de produção ou aplicações de técnicas existentes para estimular novas compreensões biológicas no contexto da chamada.

Espera-se como resultado dos projetos apoiados, entre outros elementos, publicações em periódicos acadêmicos com revisão por pares; websites com informações para a comunidade acadêmica; e a apresentação de trabalhos em conferências acadêmicas.

Os projetos selecionados devem ter duração de até 36 meses. Propostas deverão seguir as normas do Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE) e serão recebidas até 10 de fevereiro de 2020.

A chamada de propostas está publicada em: www.fapesp.br/13655.
 

  Republicar
 

Republicar

A Agência FAPESP licencia notícias via Creative Commons (CC-BY-NC-ND) para que possam ser republicadas gratuitamente e de forma simples por outros veículos digitais ou impressos. A Agência FAPESP deve ser creditada como a fonte do conteúdo que está sendo republicado e o nome do repórter (quando houver) deve ser atribuído. O uso do botão HMTL abaixo permite o atendimento a essas normas, detalhadas na Política de Republicação Digital FAPESP.


Assuntos mais procurados