Estudo feito no Centro de Pesquisa em Alimentos é premiado | AGÊNCIA FAPESP

Trabalho sobre diversidade genética e resistência antimicrobiana de Salmonella, isolada de abatedouros de frangos no Brasil, foi escolhido o melhor em congresso na Alemanha (foto: arquivo pessoal)

Estudo feito no Centro de Pesquisa em Alimentos é premiado

30 de outubro de 2018

Agência FAPESP* – O doutorando Daniel Monte, do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos da USP e vinculado ao Centro de Pesquisa em Alimentos (FoRC na sigla em inglês) – um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP –, ganhou o prêmio de melhor trabalho apresentado por um jovem pesquisador na forma de pôster no FoodMicro 2018, congresso da área de microbiologia de alimentos realizado em Berlim, Alemanha.

Monte apresentou o trabalho The Changing Edipemology of Salmonella entérica: Distribution of Serotypes Among 2000 to 2016 in Brazil, resultado de seu doutorado orientado pela professora Mariza Landgraf, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, também integrante do FoRC, com apoio da FAPESP.

Monte estudou a diversidade genética, genes de virulência e resistência antimicrobiana da Salmonella spp. isolada de abatedouros de frangos no Brasil.

O sequenciamento do genoma de todas as cepas isoladas confirmou o predomínio da Salmonella Heidelberg sobre os demais sorotipos encontrados nas aves do Brasil, diferentemente do que ocorre em outros países, como os Estados Unidos.

Outro resultado importante e preocupante é que 100% delas apresentaram resistência aos antibióticos testados, demostrando a importância do estudo para a saúde pública e a necessidade do desenvolvimento de novas estratégias para eliminar esse patógeno nos abatedouros.

O FoodMicro é um evento bianual organizado pela International Commission on Food Microbiology and Hygiene (ICFMH), sempre em algum país da Europa. Em 2018, foram submetidos 530 resumos, sendo aceitos 461. Uma comissão de especialistas da ICFMH selecionou os cinco melhores e os finalistas foram avaliados durante o FoodMicro 2018. Os três primeiros colocados foram anunciados na sessão de encerramento do Congresso. O primeiro ganhou um prêmio no valor de € 500 e um certificado.

Há dois anos, no FoodMicro 2016, realizado na Irlanda, Monte ficou em terceiro lugar no prêmio jovem pesquisador.

*Com informações da Acadêmica Agência de Comunicação.
 

  Republicar
 

Republicar

É permitida a republicação desta reportagem em meios digitais de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. É obrigatório o cumprimento da Política de Republicação Digital de Conteúdo de Agência FAPESP, aqui especificada. Em resumo, o texto não deve ser editado e a autoria deve ser atribuída, assim como a fonte (Agência FAPESP). O uso do botão HTML permite o atendimento a essas normas. Em caso de reprodução apenas do texto, por favor, consulte a Política de Republicação Digital.


Assuntos mais procurados